A progressão de carga durante 18 sessões de treinamento resistido não potencializa seu efeito hipotensivo em idosa medicada

Samantha Lettiere Gomes Ribeiro, Priscila França Fernandes, Thiago Rodrigues de Freitas Braga, Alexandre Gonçalves

Resumo


Introdução. Atualmente a resposta hipotensora provocada por diferentes métodos de exercício tem sido alvo de investigações de vários profissionais da saúde, devido aos benefícios deste efeito sobre a saúde da população hipertensa. Ainda há controvérsias quanto à intensidade ideal do exercício para uma melhor resposta hipotensora, não obstante ainda não tinha sido estudado se a progressão de carga influencia na magnitude da resposta hipotensora. Objetivo. Analisar se a progressão de carga potencializa o efeito hipotensor em idosa medicada durante 18 sessões de exercício resistido. Materiais e Métodos. Trata-se de um trabalho científico original, do tipo estudo de caso, de caráter quantitativo quase-experimental, com uma idosa de 68 anos, hipertensa e medicada, submetida a 18 sessões de treino de exercício resistido, a 50% e 70% de 1RM. Os valores da PA foram aferidos no período pré-exercício e pós-exercício a cada 15 minutos durante uma hora. Resultados. Os dados demonstraram queda da PAS, PAD e PAM após nove sessões de treinamento a 50% 1RM. Após a nona sessão até a décima oitava, com treinamento a 70% de 1RM todas estas variáveis mantiveram-se estáveis. Conclusão. A progressão de carga não interferiu na magnitude da resposta pressórica em 18 sessões de treinamento resistido em idosa hipertensa medicada.

 

ABSTRACT 

The progression of charge for 18 resistance training sessions not potentiates their hypotensive effect in elderly medicated

Introduction. Currently the hypotensive response caused by different methods of exercise has been the subject of several health professionals investigations due to the benefits of this effect on the health of the hypertensive population. There is still controversy regarding the optimal intensity of exercise for a better hypotensive response, nevertheless had not yet been studied to load progression influences the magnitude of the hypotensive response. Goal. Analyze the load progression potentiates the hypotensive effect on elderly medicated for 18 resistance exercise sessions. Materials and methods. This is an original scientific work, a case study of quasi-experimental quantitative approach with an elderly 68, hypertensive and medicated, subjected to 18 resistance exercise training sessions, 50% and 70% 1RM. BP values were measured in the pre-exercise and post-exercise period every 15 minutes for one hour. Results. The data demonstrated a decrease in SBP, DBP, and MAP after 9 sessions of training at 50% 1RM. After the ninth sessions until the eighteenth, with training to 70% of 1RM all these variables remained stable. Conclusion. The load progression did not interfere in the magnitude of blood pressure response at 18 sessions of resistance training in elderly hypertensive medicated.

Palavras-chave


Hipertensão Arterial; Treinamento Resistido; Idoso

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui