Características antropométricas de corredores jovens do Instituto Joaquim Cruz de Brasília-DF

Raphael Mafra, Danielle Garcia de Araújo, Fernanda Rodrigues da Silva, Ronaldo Esch Benford, Carlos Ernesto Santos Ferreira, Rafael da Costa Sotero

Resumo


O atletismo é constituído de provas de campo e de pista e o método antropométrico é um importante instrumento para avaliar as alterações morfológicas de atletas em meio aos treinamentos e competições. O objetivo do estudo foi analisar as características antropométricas de corredores jovens, de fundo e meio fundo, do Instituo Joaquim Cruz, localizado na cidade de Brasília-DF. Foram avaliados 13 atletas do sexo masculino, entre corredores de 800, 5.000 e 10.000 metros, e os dados foram tratados por meio de estatística descritiva. Os resultados indicaram baixos níveis de gordura absoluta (~ 3,5 kg) e relativa (~5,4%) à massa corporal total (MCT). A massa muscular (MM) demonstrou grande participação na MCT e na massa magra, representando 46,7% e 49,4%, respectivamente. Na análise por segmento corporal, a MM representou 67,0% da área total do braço e 71,8% da área total da coxa. Observou-se predomínio da meso e ectomorfia, com pequena prevalência da mesomorfia. Conclui-se que atletas de fundo e meio fundo apresentam baixos níveis relativos de gordura corporal e massa muscular, acarretando baixa MCT.

 

ABSTRACT

Anthropometric characteristics of young runners Institute Joaquim Cruz of Brasília-DF

Athletics consists of field and track events and anthropometric method is an important tool to evaluate morphological changes of athletes among training and competitions. The aim of the study was to analyze the anthropometric characteristics of young endurance runners of the Institute Joaquim Cruz, in Brasilia. We examined 13 male athletes, including runners of 800, 5,000 and 10,000 meters, and descriptive statistics were used in analysis. The results indicated low levels of total (~ 3.5 kg) and relative fat (~ 5.4%) of total body mass (TBM). Muscle mass (MM) showed great interest in TBM and lean mass, representing 46.7% and 49.4%, respectively. In body segment analysis, MM represented 67.0% of the total area of the arm and 71.8% of the total area of the thigh. There was a predominance of meso and ectomorphy, with prevalence of mesomorphy. Endurance athletes showed low relative levels of body fat and muscle mass resulting low TBM.


Palavras-chave


Antropometria; Endurance, Pesos e medidas corporais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui