Efeitos de um programa de exercício físico ao ar livre em diabéticos e hipertensos atendidos em um Núcleo de Apoio à Saúde da Família de Lagoa da Prata-MG

Érica Miranda, Angélica Ferreira, Paulo Montserrat, Gleuber Oliveira

Resumo


Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa sistematizado de exercício físico em adultos e idosos diabéticos e/ou hipertensos atendidos em um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) da cidade de Lagoa da Prata-MG. Materiais e Métodos: Vinte e sete sujeitos cadastrados no NASF participaram da pesquisa, no qual o grupo experimental foi submetido a um programa de exercício físico composto de caminhada, exercícios de alongamento e exercícios de força com materiais alternativos (corda, bastão, colchonete, garrafas pets com areia, etc) e exercícios em academias ao ar livre (academia de saúde), durante 13 semanas. Foram empregados modelos de tratamento estatístico descritivo e inferencial sendo utilizado o teste de t student para comparação dos grupos adotando o nível de significância de p≤0,05. Resultados: Observou-se redução significativa na massa corporal no grupo experimental (p=0,0005) e também melhora da valência flexibilidade avaliada pelo teste sentar e alcançar (p=0,009). Entretanto não foram encontradas diferenças significativas nos valores de pressão arterial e glicemia de jejum antes e depois do protocolo. Conclusão: A realização de exercício físico com materiais alternativos juntamente com exercícios realizados em academia de saúde e sessões de caminhadas, não foram capazes de reduzir os valores pressóricos e glicêmicos, mas conseguiram reduzir a massa corporal e aumentar a flexibilidade de diabéticos e hipertensos atendidos no NASF.

 

ABSTRACT

Effects of an outdoor exercise program on diabetic and hypertensive patients cared for in a family health support nucleus of Lagoa da Prata-MG

Objective: To evaluate the effects of an exercise systematized program in adults and elderly diabetic and / or hypertensive patients in a Support Center for Family Health (SCFH) of Lagoa da Prata-MG. Methods: Twenty-seven registered subjects in SCFH participated of study, in which the experimental group underwent an exercise program consisting of walking, stretching exercises and strength exercises with alternative materials (rope, cane, mat, plastic bottles with sand, etc.) and exercises in outdoor academies (academy of health) for 13 weeks. Were employed models of descriptive and inferential statistical analysis were performed using the t student to compare groups adopting the significance level of p≤0.05 test. Results: A significant reduction in body weight in the experimental group (p=0.0005) and also improves the valence flexibility evaluated by the test sit and reach (p=0.009). However there were no significant differences in blood pressure and fasting blood glucose levels before and after the protocol. Conclusions: Physical exercise with alternative materials along with exercises conducted in academia and health hiking sessions, were not able to reduce blood pressure and blood glucose levels, but could reduce body weight and increase the flexibility of diabetic and hypertensive patients in SCFH.

Palavras-chave


Exercício; Diabetes Mellitus; Hipertensão

Texto completo:

PDF

Referências


-American college of sports medicine. Physical Activity and Public Health in Older Adults: Recommendation from the American College of Sports Medicine and the American Heart Association. Medicine & Science in Sports & Exercise. Vol. 39. Núm. 8. p. 1435-1445. 2007.

-Araujo, A. C.; Roschel, H.; Picanço, A. R.; Prado, D. M.; Villares, S.M.; Pinto, A. L.; Gualano, B. Similar health benefits of endurance and high-intensity interval training in obese children. PlosOne. Vol. 7. Núm. 8. 2012.

-Azevedo, L. F.; De Oliveira A. C. C.; De Lima, J. R. P.; Miranda, M. F. In: CONFEF. Conselho Nacional de Educação Física. Recomendações sobre condutas e procedimentos do profissional de educação física. Rio de Janeiro. 2010. p. 48.

-Cardoso, J. C. G.; Gomides, R. S.; Queiroz, A. C.; Pinto, L. G.; Lobo, F. S.; Tinucci, T.; Mion, J. D.; Forjaz, C. L. M. Acute and chronic effects of aerobic and resistance exercise on ambulatory blood pressure. Clinics. Vol. 65. Núm. 3. p. 317-325. 2010.

-Ciolac, E. G.; Guimarães, G. V. Exercício físico e síndrome metabólica. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 10. Núm. 4. 2004.

-Fagard, R. H.; Cornelissen, V. A. Effect of exercise on blood pressure control in hypertensive pacients. European Journal of Cardiovascular Preventive & Rehabilitation. Vol. 14. p.7-12. 2007.

-INCA. Institudo Nacional de Câncer. Ministério da Saúde. Disponível em: "http://www1.inca.gov.br/estimativa/2012/estimativa20122111.pdf" Acesso em: 07/08/2012

-Madden, K. M.; Lockhart, C.; Cuff, D.; Potter,T. F.; Meneilly, G. S. Short-term aerobic exercise reduces arterial stiffness in older adults with type 2 diabetes, hypertension, and hypercholesterolemia. Diabetes Care. Vol. 32. Núm. 8. p. 1531-5. 2009.

-Mazzeo, R. S.; Tanaka, H. Exercise prescription for the elderly. Sports Medicine. Vol. 31. Núm. 11. p. 809-818. 2001.

-Monteiro, H. L.; Rolim, L. M. C.; Squinca, D. A.; Silva, F. C.; Ticianeli, C. C. C.; Amaral, S. L. Efetividade de um programa de exercícios no condicionamento físico, perfil metabólico e pressão arterial de pacientes hipertensos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 13. Núm. 2. 2007.

-Monteiro, L. Z.; Fiani, C. R. V.; Freitas, M. C. F.; Zanetti, M. L.; Foss M. C. Redução da pressão arterial, do IMC e da glicose após treinamento aeróbico em idosas com diabetes tipo 2. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 95. Núm. 5. p. 563-570. 2010.

-Morais, P. K.; Sales, M. M.; Almeida, J. A.; Motta-Santos, D.; Sousa, C. V.; Simões, H. G. Effects os aerobic exercise intensity on 24-h ambulatory blood pressure in individuals with type 2 diabetes and prehypertension. Journal of Physical Therapy Science. Núm. 27. p. 51-56. 2015.

-Moraes, W. M.; Souza, P. R. M.; Pinheiro, M. H. N. P.; Irigyen, M. C.; Medeiros, A.; Koike, M. K. Programa de exercícios físicos baseado em frequência semanal mínima: efeitos na pressão arterial e aptidão física em idosos hipertensos. Rev. Bras. Fisioter. Vol.16. Núm.2. 2012.

-Organização Mundial da Saúde. Acesso em: 25/11/2013 às 20:00. Disponível em:

-Pereira, R. S.; Curioni, C. C.; Veras, R. P. Perfil demográfico da população idosa no Brasil e no Rio de Janeiro em 2002. Textos sobre envelhecimento. Vol. 6. Núm. 1. 2003.

-Sharman, J. E.; La Gerche, A.; Coombes, J. S. Exercise and cardiovascular risk in patients with hypertension. American Journal of Hypertension. Vol.28. Núm.2. p.147-158. 2015.

-Silva, C. A.; Lima, W. C. Efeito benéfico do exercício físico no controle metabólico do diabetes mellitus tipo 2 à curto prazo. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Vol. 46. Núm. 5. p. 550-556. 2002.

-Vancea, D. M. M.; Vancea, J. N.; Pires, M. I. F.; Reis, M. A.; Moura, R. B.; Dib, S. A. Efeito da frequência do exercício físico no controle glicêmico e composição corporal de diabéticos tipo 2. Arq Bras Cardiol. Vol.92. Núm.1. p. 23-30. 2009.

-Wild, S.; Roglic, G.; Green, A.; Sicree, R.; King H. Global Prevalence of Diabetes: Estimates for the year 2000 and projections for 2030. Diabetes Care. Vol. 27. p. 1047-1053. 2004.

-Zago, A. S.; Kokubun, E.; Stewart, F. N.; Park, J. Y.; Attipoe, S.; Hagberg, J. Efeito do exercício físico e do polimorfismo T-786C na pressão arterial e no fluxo sanguíneo de idosas. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 94. Núm. 4. p. 510-517. 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui