Imunodulação em modelo experimental de artrite reumatoide submetido ao tratamento de complexo de paládio e natação

  • Maysa Cristina Prado de Souza Universidade Federal de São Carlos
  • Jeferson Roberto Fagliari Lourenço Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
  • Renata Dellalibera-Joviliano Universidade de Ribeirão Preto
Palavras-chave: Artrite reumatóide, Paládio, Natação, Experimental

Resumo

A artrite reumatoide (AR) é uma patologia autoimune que gera inflamação nas articulações comprometendo tecidos ósseos e cartilagem. Complexos metálicos, incluindo o paládio, vêm sendo utilizados na medicina como alternativa para tratamento de diversas patologias. Avaliar atividade do paládio e resposta do sistema imune nos modelos experimentais. Foram analisadas e quantificadas citocinas do sistema imune quanto à ação do complexo metálico paládio associado à natação em modelos experimentais artríticos durante 30 dias após a indução da AR. 56 ratos machos da linhagem Wistar, divididos em 14 grupos: i. artríticos, que receberam a indução da AR pelo antígeno Mycobacterium sp junto ao CFA; e ii. controle, submetidos ou não à natação três vezes por semana durante 30 minutos. Observa-se que os grupos artríticos tratados com o paládio (G1 e G4) tiveram um aumento dos níveis da citocina anti-inflamatória TGF-β. G1 obteve uma redução da citocina pró-inflamatória IL-4 em comparação ao seu grupo controle (G7) devido à natação. As outras citocinas (TNF-α e IL1-β), nos grupos G1 e G4, quando comparadas aos grupos artríticos não tratados com o paládio (G2, G3, G5 e G6), não reduziram seus níveis abaixo de seus grupos controle (G7 e G10); porém, tiveram boa reação quanto à redução da TNF-α e IL1-β quando comparados os grupos artríticos e controle, ambos não tratados com paládio. Portanto, o complexo de paládio, associado à prática da natação, é uma proposta de intervenção terapêutica para a reabilitação de modelos experimentais de artrite reumatoide.

 

ABSTRACT

Immunodulation in experimental model of rheumatoidarthritis submitted to the treatment of paladio omplex and swimming

Rheumatoid arthritis (RA) is an autoimmune disorder that leads to joint inflammation affecting bone and cartilage tissues. Metal complexes, including the palladium, have been used in medicine as an alternative for treatment of various diseases. Assess activity of palladium and immune response in experimental models. Cytokines from the immunological system were analyzed and quantified regarding the action of the metal complex palladium associated with swimming practice in arthritic experimental models after 30 days from the induction of RA. 56 male Wistar rats were divided into 14 groups: i. arthritic, that received the RA induction by antigen Mycobacterium sp together with the CFA; and ii. control, submitted or not to swimming three times a week in 30-minute sessions. It is observed that the arthritic groups treated with palladium (G1 and G4) had increased levels of anti-inflammatory cytokine TGF-β. G1 obtained a reduction of pro-inflammatory cytokine IL-4 compared to their control group (G7) due to swimming. Other cytokines (TNF-α and IL1-β), on groups G1 and G4, when compared to the arthritic groups not treated with palladium (G2, G3, G5 and G6), didn’t have their levels reduced below their control groups (G7 and G10); however, they responded well to the reduction of TNF-α and IL-1-β comparing arthritic and control groups both not treated with palladium. Therefore, the palladium complex, associated with swimming practice, is a proposition for therapeutic intervention for the rehabilitation of rheumatoid arthritis experimental models.

Referências

-Abbas, A. K.; Lichtman, A. H.; Pillai, S. P. Cellular and Molecular Immunology. Elsevier Science. 8ª edição 2015.

-Ambrose, M.; e colaboradores. Doenças: da sintomatologia ao plano de alta. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Vol. 1. 2007.

-Bakhtiar, R.; Ochiai, E. Pharmacological applications of inorganic complexes. General Pharmacology. Huntington. p.525-540. 1999.

-Caromano, F.; Ide, M. Movimento na Ãgua. Fisioterapia Brasil. Vol. 4. Núm. 2. 2003.

-Chiarello, B.; e colaboradores. Fisioterapia reumatológica. Barueri. Manole. 2005.

-Corbacho, M. I.; Dapueto, J. J. Avaliação da capacidade funcional e da qualidade de vida em paciente com artrite reumatoide. Revista Brasileira de Reumatologia. Vol. 50. Núm.1. p.31-43. 2010.

-Dellalibera-Joviliano, R.; Reis, M. L.; Cunha, F. Q.; Donadi, E. A. Kinins and cytokines in plasma and cerebrospinalfluid of patients with neuropsychiatric lupus. The Jounal of Rheumatology. Vol. 30. Núm. 3. 2003.

-Duarte, M. Princípios físicos da interação entre ser humano e ambiente aquático. São Paulo. 2004.

-Garoufis, A.; Hadjikakou, S. K.; Hadjiliadis, N. Palladium Coordination Compounds as Anti-Viral, Anti-fungal, Anti-microbial and Anti-tumor Agents. Coord. Chem. Rev. Vol. 253. p.138-1397. 2009.

-Houglum, P. A. Exercícios terapêuticos para lesões musculoesqueléticas 3ª edição. Manole. 2015.

-Louzada-Junior, P.; Souza, B. D. B.; Toledo, R. A.; Ciconelli, R. M. Análise descritiva das características demográficas e clínicas de pacientes com artrite reumatoide do estado de São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Reumatologia. Vol. 47. Núm. 2. p.84-90. 2007.

-Medeiros, A.; Gianolla, R. M.; Kalil, L. M. P.; Bacurau, R. F. P.; Rosa, L. F. B. C.; Negrão, C. E.; Brum, P. C. Efeito do treinamento físico com natação sobre o sistema cardiovascular de ratos normotensos. Rev. paul. Educ. Fís. Vol.14. Núm.1. p.7-15. 2000.

-Mota, E. F.; Lima, M. G. S.; Melo, D. F. Adjuvantes imunológicos: avanços e perspectivas. Ciência Animal. Vol. 16. Núm. 2. p.79-88. 2006.

-Nunes, M. V. O.; Câmara, C. P.; Crespo, A. M. C.; Carvalhaes, M.; Oliveira, C. R.; Silveira, L. A. Comparação do perfil de anticorpos antiimunoglobulina G em murinos imunizados com igg humana associada a diferentes adjuvantes. Revista Eletrônica de Farmácia. Vol. 6. Núm.1. p.44-50. 2009.

-Resende, F. C. B.; Passold, J.; Ferreira, S. I. A. C.; Zanetti, C. R.; Lima, H. C. Adjuvantes de vacinas: possibilidades de uso em seres humanos ou animais. Rev. bras. alerg. Imunopatol. Vol. 27. Núm. 3. p.116-124. 2004.

-Rubin, E. Patologia. 3ª edição. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2002.

-Saijo, S.; Asano, M.; Horai, R.; Yamamoto, H.; Iwakura, Y. Supression of autoimune arthritis in impaired due to low levels of CD40 ligand and OX40 expression on T cells. Arthritis & Rheumatism. Vol. 46. p.533-544. 2002.

-Volpato, G. T.; Damasceno, D. C.; Campos, K. E.; Rocha, R.; Rudge, M. V. C.; Calderon, I. M. P. Avaliação do efeito do exercício físico no metabolismo de ratas diabéticas prenhes. Rev Bras Med Esporte. Vol. 12. Núm. 5. p.229-233. 2006.

-Zambon, L.; Duarte, F. O.; Freitas, L. F.; Scarmagnani, F. R. R.; Dâmaso, A.; Duarte, A. C. G. O; Sene-Fiorese, M. Efeitos de dois tipos de treinamento de natação sobre a adiposidade e o perfil lipídico de ratos obesos exógenos. Rev. Nutr. Vol. 22. Núm. 5. p.707-715. 2009.

Publicado
2017-06-25
Como Citar
Prado de Souza, M. C., Lourenço, J. R. F., & Dellalibera-Joviliano, R. (2017). Imunodulação em modelo experimental de artrite reumatoide submetido ao tratamento de complexo de paládio e natação. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 11(67), 439-446. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1175
Seção
Artigos Científicos - Original