Potência muscular e sua relação com a autonomia funcional de idosos participante de programas sociais de um município da Amazônia Legal

Pedro Henrique Guedes Santos, Joéliton Elias Pereira, Weliton Nunes Soares, Hacise Colato

Resumo


Objetivo desse estudo foi analisar o desempenho da potência muscular e a sua relação com a autonomia funcional de idosos praticantes e não praticantes de exercício físico. Material e métodos: A amostra foi composta por 24 indivíduos divididos em dois grupos, grupo controle (GC) e grupo potência (GP), com uma média de idades respectivamente (76,5±9,5 e 70,2 ± 5,3) foram submetidos a um período de 6 semanas de treinamento composto por duas sessões semanais. Para analisar a capacidade funcional, foi utilizado o protocolo de autonomia funcional de idosos (GDLAM) antes e após 6 semanas de treinamento e para a potência muscular foi utilizado o Squat Jump .Resultados: Foi possível verificar uma melhora significativa nos testes C10m (p=0,0007), LPS(p=0,0005) e VTC (p=0,003), no grupo potência. Com relação a análise da potência pré-teste (180,1 ± 36,7) e pós-teste (188,3± 61,8) pesar de ter aumentando a geração de potência muscular do GP, não houve nível de significância (p>0,053), mais ocorreu uma melhora significativa na capacidade funcional. Conclusão: Conclui-se que através da periodização do treinamento de potência o qual influenciou positivamente na melhora significativa das variáveis do GDLAM, demonstrando uma relação positiva entre o aumento da potência e a melhoras das capacidades físicas.

 

ABSTRACT

Muscular power and its relation with the functional function of the elderly participant of social programs of a municipality of the legal Amazon

The objective of this study was to analyze the performance of muscular power and its relation with the functional autonomy of elderly practitioners and non-practitioners of physical exercise. Methods: The sample consisted of 24 individuals divided into two groups, control group (CG) and power group (PG), with a mean age respectively (76.5 ± 9.5 and 70.2 ± 5.3) were subjected to a period of 6 weeks of training composed by two weekly sessions. To analyze the functional capacity, it was used the protocol of functional autonomy of the elderly (LADGM) before and after 6 weeks of training and for muscular power was used Squat Jump. Results: It was possible to verify a significant improvement in the C10m (p=0,0007), SRT (p=0,0005) e VTC (p=0,003) tests in the power group. Concerning to the pre-test power analysis (180.1 ± 36.7) and post-test (188.3 ± 61.8) despite increasing the GP muscle power generation, there was no level of significance (p> 0.053), but there was a significant improvement in functional capacity. Conclusion: It was concluded that through periodization of power training, which positively influenced the significant improvement of LADGM variables, demonstrating a positive relationship between increased power and improved physical capacities.


Palavras-chave


Envelhecimento; Treinamento resistido; Potência muscular

Texto completo:

PDF

Referências


-Alencar, N. A.; Souza-Junior, J. V.; Aragão, J. C. B.; Ferreira, M. A.; Dantas, E. Nível de atividade física, autonomia funcional e qualidade de vida em idosas ativas e sedentárias. Fisioterapia em Movimento. Vol. 23. 2010. p. 473-481.

-Almeida, F. H. B. N. Alterações na capacidade funcional em indivíduos com sobrepeso e obesidade portadores de diabetes tipo 2, após 8 semanas de treinamento de força. Bacharelado em Educação Física na Universidade de Brasília 2015.

-Assumpção, C. O.; Souza, T. M. F.; Urtado, C. B. Treinamento Resistido Frente ao Envelhecimento: Uma Alternativa Viável e Eficaz. Anuário da Produção Acadêmica Docente. Vol. 2. Num. 3. 2008.

-Assumpção, C. O.; Prestes, J.; Leite, R. D.; Urtado, C. B.; Neto, J. B.; Pellegrinotti, Í. L. Efeito do treinamento de força periodizado sobre a composição corporal e aptidão física em mulheres idosas. Revista da Educação Física/UEM Maringá. Vol. 19. Num. 4. 2008. p. 581-590.

-Barros, C. C. Caldas, C. P.; Batista, L. A. Influência do treinamento da potência muscular sobre a capacidade de execução de tarefas motoras em mulheres idosas. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Vol. 16. 2013. p. 603-613.

-Brzycki, M. Strength testing. Predicting a one-rep max from reps-to-fatigue. Journal of Physical Education, Recreation & Dance. Vol. 64. Num. 1. p. 88-90.1993.

-Cadore, E. L.; Pinto, R. S.; Kruel, L. F. M. Adaptações neuromusculares ao treinamento de força e concorrente em homens idosos. Revista Brasilieria de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 4 Num. 4. 2012. p. 483-495.

-Falsarella, G. R.; Gasparotto, L. P. R.; Coimbra, I. B.; Coimbra, A. M. V. Envelhecimento e os fenótipos da composição corporal. Revista Kairós Gerontologia. Vol. 17. Num. 2. p. 57-77. 2014.

-Frontera, W.R.A importância do treinamento de força na terceira idade. Rev Bras Med Esport. Vol. 3. Num. 3. 1997

-Grigoletto, M. E. S.; Esteve, T. V.; Brito, C. J.; Manso, J. M. G. Capacidade de repetição da força: efeito das recuperações interséries. Revista Brasileira de Educação Física Esporte. Vol. 23. Num. 4. 2013. p. 689-705.

-Grupo de Desenvolvimento Latino-Americano para Maturidade (GDLAM). Discussões de estudo: conceitos de autonomia e independência para o idoso. Rio de Janeiro, 2004.

-Leite, L. E. A.; Resende, T. L.; Nogueira, G. M.; Cruz, I. B. M.; Schneider, R. H.; Gottlieb, M. G. V. Envelhecimento, estresse oxidativo e sarcopenia: uma abordagem sistêmica. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Vol. 15. Num. 2. 2012. p. 365-380.

-Letieri, R. V.; Furtado, G. E.; Letieri, R. L.; Sousa, F. C. S.; Souza, P. H.; Júnior, T.A. A.; Barros, P. M. N. Efeitos de um programa de treinamento de força e funcional nas atividades da vida diária e autonomia de homens idosos. Coleção Pesquisa em Educação Física. Vol. 14. Num. 1. 2015.

-Lopes, P. B. Influência dos treinamentos de força e potência sobre a capacidade de manter e recuperar o equilíbrio em idosos. Dissertação de Mestrado em Mestre em Educação Física. Departamento de Educação Física, Setor de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná. 2013.

-Marciano, L. M. Efeito de dois protocolos de treinamento de força muscular sobre funcionalidade de idosos associada ao risco de queda. 2010.f. Dissertação (Mestrado em Ciências) Universidade Federal do Paraná.

-Miszko, T.A.; Cress, M.E.; Slade, J.M.; Covey, C.J.; Agrawal, S.K.; Doerr, C.E. Effect of strength and power training on physical function in community-dwelling older adults. The journals of gerontology. Series A, Biological sciences and medical sciences. Vol. 58. Num. 2. 2003. p. 171-175.

-Neto, J.P.; Raso, W.; Brito, C.A.F. Mobilidade funcional em função da força muscular em mulheres idosas fisicamente ativas. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 21. Num. 5. 2015. p. 369-371.

-Neto. Manoel Freire de Oliveira. Estudo comparativo de idosos ativos e inativos através da avaliação das atividades da vida diária e medição da qualidade de vida. Revista Motricidade. Vol. 7. Num. 2. 2011. p. 15-24.

-Pedro, E. M.; Amorim, D. B. Análise comparativa da massa e força muscular e do equilíbrio entre indivíduos idosos praticantes e não praticantes de musculação. Conexões. Vol. 6. 2008. p. 174-183.

-Rodrigues, M. E.; Marins, J. C. B. Counter movement e squat jump: análise metodológica e dados normativos em atletas. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 19. Num. 4. 2011. p. 108-119.

-Santos, C. A. F.; e colaboradores. Exercícios físico e envelhecimento. In: Vaisberg, Ma.; Mello, M. T. Exercício na saúde e na doença: a. Barueri: Manole, 2010. Cap. 28. p. 335-349.

-Silva, N. L.; Farinatti, P. T. V. Influência de variáveis do treinamento contra-resistência sobre a força muscular de idosos: uma revisão sistemática com ênfase nas relações dose-resposta. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 13. Num. 1. 2007.

-Silva, R. G.; Andreotti, R.; Gehring, P. R.; Nunes, M. E. S.; Wallerstein, L.; Fonseca, M. C. O.; Santos, S.; Tricoli, V.; Ugrinowitsch, C. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 11. Num. 2. 2009. p. 166-173.

-Silva, A.; Almeida, G.J.M; Cassilhas, R.C.; Cohen, M.; Peccin, M. S.; Tufik, S.; Mello, M. T. Equilíbrio, Coordenação e Agilidade de Idosos Submetidos à Prática de Exercícios Físicos Resistidos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 14. Num. 2. 2008.

-Vasconcelos, K. S. S. Exercícios resistidos para idosas com obesidade sarcopênica: um ensaio clínico aleatorizado. 2013 f.Tese (Doutorado em Ciências) Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui