Existe associação entre comportamento alimentar, estado nutricional e tempo de prática de Zumba fitness?

Ana Maria dos Santos, Diana Souza Santos Vaz, Caryna Eurich Mazur

Resumo


Introdução: A mudança para um estilo de vida saudável, pode ocorrer de diferentes maneiras, mas é principalmente caracterizada pela alteração de hábitos alimentares e pela adoção da prática regular de atividade física. Objetivo: Identificar o perfil do estado nutricional associado aos hábitos/comportamento alimentar de um grupo de indivíduos praticantes de zumba fitness. Métodos: Estudo transversal realizado no período de setembro a outubro de 2017, com avaliação antropométrica em conjunto com a aplicação de um questionário referente ao comportamento alimentar e o histórico da prática de zumba fitness. Para as análises estatísticas, foram aplicados os testes de Shapiro Wilk, ANOVA, Kruskal-wallis e Spearman.  Resultados: Foram avaliadas 56 participantes, com idade média de 37,6 anos. Observou-se que 48% apresentaram estado nutricional de sobrepeso, 36% de obesidade e somente 16% com eutrofia. Em relação ao comportamento alimentar 28,6% apresentaram restrição cognitiva, 32,1% descontrole alimentar e 19,6% alimentação emocional. Sendo que houve diferença significativa (p<0,05) ao comparar os padrões de comportamento alimentar. Conclusão: Foi observado que o comportamento alimentar é influenciado pela idade, as mulheres mais jovens possuíam restrição cognitiva, no entanto as mais velhas apresentaram alimentação emocional.  Além disso, a grande maioria das participantes estão acima do peso, tendo como principal preocupação o grupo relacionado a alimentação emocional.


Palavras-chave


Atividade física; Consumo alimentar; Educação alimentar e nutricional; Estado nutricional

Texto completo:

PDF

Referências


-Abreu, E. S. D.; D`Avila, L.S.P.; Nascimento, J.D.F.; Silveira, M.A.A.; Moura, F.C.D.; Soares, P.M. Hábitos nutricionais pré-treino de praticantes de ginástica do projeto de extensão PROGINIC-UECE. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol.11. Núm. 62. p.118-125. 2017. Disponível em:

-Araújo, D.S.M.S.D; Araújo, C.G.S.D. Aptidão física, saúde e qualidade de vida relacionada à saúde em adultos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 6. Núm. 5. p.194-203. 2000.

-Bardal, A. G.; Ceccatto, V.; Mezzomo, T.R. Fatores de risco para recidiva de peso no pós-operatório tardio de cirurgia bariátrica. Scientia Médica. Vol. 26. Núm. 4. p. 1-7. 2016.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde: norma técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN. Brasília-DF. Ministério da Saúde. 2011.

-Costa, W.S.D. A avaliação do estado nutricional e hábitos alimentares de alunos praticantes de atividade física de uma academia do município de São Bento do UNA-PE. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 6. Núm. 36. p.464-469. 2012.

-Esteves, J.V.D.C.; Andreato, L.V.; Moraes, S.M.F.D.; Prati, A.R.C. Estilo de vida de praticantes de atividades físicas em academias da terceira idade de Maringá-PR. Revista Conexões. Vol. 8. Núm. 1. p.119-129. 2010.

-Ferreira, J. Caracterização da intensidade de esforço de uma aula de Zumba Fitness. Curso de Atividade Física e Saúde. Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Dissertação de Mestrado. Porto. 2014.

-Freitas, R.G.B.D.O.N.; Saron, M. L. G. A relação entre o estado nutricional e comportamento alimentar em adolescentes de uma escola pública de Volta Redonda-RJ. Cadernos Unifoa. Vol. 6. Núm. 1. p.69-79. 2011.

-Garber, C.E.; Blissmer, B.; Deschenes, M.R.; Franklin, B.A.; Lamonte, M.J.; Lee, I.M.; Nieman, D.C.; Swain, D.P. Quantity and Quality of Exercise for Developing and Maintaining Cardiorespiratory, Musculoskeletal, and Neuromotor Fitness in Apparently Healthy Adults. Medicine & Science In Sports & Exercise. Vol. 43. Núm. 7. p.1334-1359. 2011.

-Guillain, B.D.L.; Romon, M.; Eizenman, D.M.; Heude, B.; Basdevant, A.; Charles, M.A.; Group, F.L.V.S.S. Cognitive restraint, uncontrolled eating and emotional eating: correlations between parent and adolescent. Maternal & Child Nutrition. Vol. 5. Núm. 2. p.171-178. 2009.

-Maciel, E.D.S.; Sonati, J.G.; Modeneze, D.M. Vasconcelos, J.S.; Vilarta, R. Consumo alimentar, estado nutricional e nível de atividade física em comunidade universitária brasileira. Revista de Nutrição. Vol.25. Núm. 6. p.707-718. 2012.

-Magalhães, P.; Motta, D.G.D. Uma abordagem psicossocial do estado nutricional e do comportamento alimentar de estudantes de nutrição. Revista Nutrire: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição. São Paulo. Vol. 37. Núm. 2. p.118-132. 2012.

-Marques, J.M.D.S.; Lima, M.R.C.D. A utilização dos elementos da ginástica aeróbica como ferramenta de interlocução das diversas culturas juvenis presentes na escola. Lecturas, Educación Física y Deportes: Revista Digital. Buenos Aires. 17. Núm. 175. 2012.

-Medeiros, A.C.Q.; Yamamoto, M.E.; Pedrosa, L.F.C.; Hutz, C.S. The Brazilian version of the three-factor eating questionnaire- R21: psychometric evaluation and scoring pattern. Springer. Vol. 22. Núm. 1. p.169-175. 2017.

-Natacci, L.C.; Júnior, M.F. The Three fator eating questionnaire - R21: tradução para o português e aplicação em mulheres brasileiras. Revista de Nutrição. Vol. 24. Núm. 3. p.383-394. 2011.

-Natacci, L.C. The Three Factor Eating Questionnaire - R21 (TFEQ-R21): tradução, aplicabilidade, comparação a um questionário semiquantitativo de frequência de consumo alimentar e a parâmetros antropométricos. Curso de Fisiopatologia Experimental. Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Dissertação de Mestrado. São Paulo. 2009.

-Oliveira, J.; Peruch, M.H.; Gonçalves, S.; Haas, P. Padrão hormonal feminino: menopausa e terapia de reposição. Revista Brasileira de Análises Clínicas. Rio de Janeiro. Vol. 48. Núm. 3. p. 198-210. 2016.

-Sehnem, R.C.; Soares, B.M. Avaliação nutricional de praticantes de musculação em academias de municípios do centro-sul do Paraná. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Núm. 51. p.206-214. 2015. Disponível em:

-Silva, C.L.D. Consumo de frutas e hortaliças e conceito de alimentação saudável em adultos de Brasília. Pós-graduação em Ciências da Saúde, Universidade de Brasília. Dissertação de Mestrado. Brasília. 2011.

-Souza, A.P.L.D.; Pessa, R.P. Tratamento dos transtornos alimentares: fatores associados ao abandono. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Vol. 65. Núm. 1. p.60-67. 2016.

-Souza, M.A.A.D.; Gomes, V.C.D.S.; Silva, E.I.G.E.S.; Messias, C.M.B.D.O. incidência da síndrome do comer noturno e compulsão alimentar em estudantes de nutrição. Revista Saúde e Pesquisa. Vol.10. Núm.1. p.15-23. 2017.

-World Health Organization. Obesity: preventing and managing the global epidemic. WHO Technical Report Series. Geneva. n. 894. 1998.

-World Health Organization. The World health report 1997: conquering suffering, enriching humanity. Geneva. 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui