Efeito hipotensivo de uma sessão natação em adultos fisicamente ativos

Nívea Maria Rianelli, Vinícius Pastura, Ravini de Souza Sodré, Glória de Paula Silva, Danielli Braga de Mello, Guilherme Rosa

Resumo


Introdução: intervenções não medicamentosas têm sido indicadas como forma de prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Entretanto, são necessárias investigações que elucidem as respostas hemodinâmicas na natação. Objetivo: verificar o efeito de uma sessão de natação sobre a pressão arterial (PA) de adultos fisicamente ativos. Materiais e Métodos: 15 homens ativos e praticantes de natação (26,79 ± 4,10 anos), foram submetidos a uma sessão de natação contínua durante 30’, com intensidade entre 7 e 8 da escala modificada de Borg. As mensurações da PA ocorreram em repouso (REP), imediatamente após o exercício (PE), e 30’ e 60’ após exercício (30’PE e 60’PE). Foram realizados o teste de normalidade de Shapiro-Wilk e a ANOVA One-Way seguida do post-hoc de Tukey. O estudo admitiu um nível de p<0,05 para significância estatística. Resultados: observou-se elevação da PA sistólica no momento PE em relação ao REP (121 ± 3,26 vs. 153,3 ± 9,32 mmHg), e redução em 30’PE em comparação ao REP (121 ± 3,26 vs. 96,6 ± 2,24 mmHg). Quanto à PA diastólica, houve redução apenas em 30’PE em comparação ao PE (81,6 ± 4,03 vs. 76,3 ± 4,29 mmHg). Conclusão: uma sessão de natação foi capaz de induzir o efeito hipotensivo pós exercício em adultos ativos.


Palavras-chave


Natação; Hipertensão; Pressão arterial

Texto completo:

PDF

Referências


-ACSM. Guidelines for Exercise Testing and Prescription. 10th ed. Lippincott Williams & Wilkins. 2017.

-Alves, T. C. D. T. F.; Wajngarten, M.; Busatto Filho, G. Cognitive decline, cardiovascular risk factors, and neuroimaging abnormalities. Archives of Clinical Psychiatry. Vol. 32. Num. 3. 2005. p. 160-169.

-Borg, G. Escalas de Borg para a Dor e o Esforço Percebido. São Paulo: Manole, 2000.

-Cornelissen, V.; Fagard R. Effect of resistance training on resting blood pressure: a meta-analysis of randomized controlled trials. Journal of Hypertension. Vol. 23. Num. 2. 2005. p.251-259.

-Cruz, I.; Rosa, G.; Santos, E.; Dias, I.; Simão, R.; Novaes, J. Respostas agudas da pressão arterial, frequência cardíaca e duplo produto após a execução da extensão de joelhos de forma bilateral e unilateral. Fitness & Performance Journal. Vol. 23. Num. 2. 2007. p.111.

-Dutra, M.; Cavaleiro-Filho, M.; Taboza, A.; Silva, F.; Oliveira, R.; Bóia, M.; Mota, M.R. O efeito da natação e da hidroginástica sobre a pressão arterial pós-exercício de mulheres normotensas. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Vol. 14. Num. 3. 2009. p.182-189.

-Esteves, L.; Simões, H.; Oliveira, S.; Cunha, V.; Coelho, J.; Botelho-Neto, W.; Lima, L.C.J; Almeida, W.S.; Silva, C.B.; Campbell, C.S.G. Respostas Cardiovasculares Pós-Exercício de Natação. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 16. Num. 6. 2010. p. 418-421.

-Forjaz, C.; Cardoso, Jr. C.; Rezk, C.; Santaella, D.; Tinucci, T. Postexercise hypotension and hemodynamics: the role of exercise intensity. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness. Vol. 44. Num.1. 2004. p.54-52.

-Gomes, L.P.; Navarro, A.C.; Veiga, A.D. Resposta hipotensivas pós-exercício de natação em treinamentos contínuos e intervalados. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício (RBPFEX). Vol. 7. Num. 41. 2013. p.449-454. Disponível em:

-Guyton, A.; Hall, J. Tratado de Fisiologia Médica. 12ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2011.

-Lima, V.; Nunes, R.; Castro, J.; Souza, C.; Rodrigues, F.; Vale, R. Variações hemodinâmicas em idosas pré e pós-exercícios em hidroginástica Revista de Educação Física. Vol. 86. Num. 1. 2017. p. 18-24.

-Lima, F.D.; Mota, M.R.; Oliveira, R.J.; Dantas, R.A.E. Resposta aguda da pressão arterial após exercício de máxima intensidade em provas de natação. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. Vol. 14. Num. 1. 2016. p.206‑218.

-Lisboa, G.; Abreu, D.G.; Souza Cordeiro, L.; Knifis, F. Verificação das alterações provocadas pelo exercício contra resistência no indivíduo hipertenso. Revista de Educação Física. Vol. 76. Num. 137. 2007. p.18-25.

-Martinez, E.C.; Rudolph, F.S.B. Aptidão cardiorrespiratória e os componentes da síndrome metabólica em homens adultos com idade entre 45 e 55 anos. Revista de Educação Física. Vol. 85. Num. 4. 2016. p. 367-375.

-Medina, F.L.; Lobo, F.; Souza, D.; Kanegusuku, H.; Forjaz, C. Atividade física: impacto sobre a pressão arterial. Revista Brasileira de Hipertensão. Vol. 17. Num. 2. 2010. p.103-106.

-Monteiro, M.D.F.; Sobral Filho, D.C. Exercício físico e o controle da pressão arterial. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 10. Num. 6. 2004. p.513-516.

-Rondon, M.; Brum, P.C. Exercício físico como tratamento não-farmacológico da hipertensão arterial. Revista Brasileira de Hipertensão. Vol. 10. Num. 2. 2003. p. 134-139.

-Silva, P.; Miranda, T.; Alías, A.; Jesus, M.; Leal, S.; Mello, D.; Rosa, G. Efeito hipotensivo do método intervalado de treinamento cardiorrespiratório: análise de ocorrência e magnitude. Libro de Actas del VI Congreso Internacional de Deporte inclusivo. Almería. España: Ed. Universidad Almería; 2017.

-Sodré, R.; Soares, R.; Silva, G.; Fonseca, T.; Mello, D.; Rosa, G. Efeitos de 12 meses de hidroginástica sobre o estado nutricional, pressão arterial de repouso e dosagem medicamentosa de idosas hipertensas. Revista de Investigación en Actividad es Acuáticas. Vol. 1. Num. 2. 2017. p.45-48.

-Thomas, J.R.; Nelson, J.K.; Silverman, S.J. Research methods in physical activity: Human Kinetics Publishers; 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui