Efeitos do treinamento físico e da suplementação de whey proteins sobre a função renal em ratos e camundongos

  • Alanna Joselle Santiago Silva Programa de pós-graduação em Saúde do Adulto, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil. Laboratório de Fisiologia e Prescrição do Exercício no Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil.
  • Antonio Coppi Navarro Laboratório de Fisiologia e Prescrição do Exercício no Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil. Programa de pós-graduação em Educação Física, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil.
  • Raphael Furtado Marques Laboratório de Fisiologia e Prescrição do Exercício no Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil. Programa de pós-graduação em Educação Física, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil.
  • Marcos Roberto Campos de Macêdo Programa de pós-graduação em Saúde do Adulto, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil. Laboratório de Fisiologia e Prescrição do Exercício no Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil.
  • Francisco Navarro Programa de pós-graduação em Saúde do Adulto, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil. Laboratório de Fisiologia e Prescrição do Exercício no Maranhão, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil. Programa de pós-graduação em Educação Física, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), São Luís-MA, Brasil.

Resumo

Objetivo: Foi de realizar uma revisão narrativa da literatura sobre efeitos na função renal da suplementação de whey proteins e do treinamento físico em ratos e camundongos. Materiais e Métodos: Revisão narrativa com fundamentação em artigos oriundos das bases de dados Scielo, Lilacs, Dialnet, Medline/Pubmed e Web of Science Resultados: Quinze artigos foram selecionados a partir de combinações entre as palavras de busca whey proteins, resistance training, creatinine, ureia, proteinuria. Discussão: Dentre os estudos apresentados observou-se com base nos procedimentos de cada um que há necessidade de investigações que aliem dietas hiperproteicas em diversas doses, intensidade do treinamento, tipo do treinamento e avaliação completa da função renal, de modo que corrobore com as medidas clínicas comumente utilizadas para diagnótico em nefrologia. Nesse sentido, os procedimentos de investigação da função renal a nível bioquímico e morfológico adotados para as futuras investigações pré-clínicas precisam corroborar com os fatores que influenciam nos marcadores renais como as dietas hiperproteicas e o treinamento, haja vista que a Doença Renal Crônica pode ser multifatorial. Conclusão: os procedimentos utilizados para a avaliação da função renal em estudos com tratamento de dietas hiperproteicas e treinamento em ratos e camundongos, podem ser no conjunto inadequados ou inconclusivos. Haja vista que se faz necessário a associação com mais de um marcador sérico e urinário para verificação da depuração do analito, bem como associação a estado de hidratação, conteúdo da dieta e composição corporal.

Publicado
2020-05-03
Como Citar
Silva, A. J. S., Navarro, A. C., Marques, R. F., de Macêdo, M. R. C., & Navarro, F. (2020). Efeitos do treinamento físico e da suplementação de whey proteins sobre a função renal em ratos e camundongos. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 13(85), 895-925. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1816
Seção
Artigos Científicos - Original