Aptidão física relacionada ao desempenho motor de escolares, residentes em Petrolina-PE, sertão nordestino

  • Marcelo de Maio Nascimento Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
  • Luciana Márcia Gomes de Araújo Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
  • Talita Quirino Barbosa Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
  • Adolfo José Pesquieira da Silva Borges Sobrinho Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a aptidão física (AF) de escolares, entre 8-12 anos, em testes de força abdominal, força explosiva de membros superiores e inferiores e agilidade, bem como classificar os resultados, segundo o sexo e a idade, por meio das normativas da bateria do PROESP-BR.  Trata-se de um estudo transversal realizado com 723 escolares de ambos os sexos, da rede municipal de Petrolina-PE. Os testes aplicados foram: i) força de membros inferiores; ii) força de membros superiores; iii) força do abdômen; e, iv) teste de agilidade. Verificou-se déficit de membros inferiores em 52,8% das meninas e 27,1%% dos meninos (p≤0,05). 41,4% dos meninos atestaram nível de força normal para os membros superiores, enquanto 46,9% das meninas mostraram desempenho ruim (p≥0,05). Déficit de força abdominal foi verificado em 57,1% das meninas e 24,9% dos meninos (p≤0,05). O teste de agilidade foi o único em que as meninas mostraram melhor rendimento, assim, 26,1% indicaram desempenho ruim, enquanto 55,6% dos meninos apontaram déficit (p≤0,05). Conclui-se que, comparativamente, meninas mostraram baixos níveis AF, verificando-se a necessidade do fomento da prática regular de exercícios físicos para ambos os sexos, entre 8-12 anos.

Biografia do Autor

Marcelo de Maio Nascimento, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
Professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Doutor em Ciências do Movimento Humano pela Escola Superior de Educação Física de Colônia/Alemanha.
Luciana Márcia Gomes de Araújo, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
Discente do curso de Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco-UNIVASF
Talita Quirino Barbosa, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
Discente do curso de Medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco-UNIVASF
Adolfo José Pesquieira da Silva Borges Sobrinho, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
Discente do curso de Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco-UNIVASF
Publicado
2020-05-03
Como Citar
Nascimento, M. de M., de Araújo, L. M. G., Barbosa, T. Q., & Sobrinho, A. J. P. da S. B. (2020). Aptidão física relacionada ao desempenho motor de escolares, residentes em Petrolina-PE, sertão nordestino. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 13(85), 926-931. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1817
Seção
Artigos Científicos - Original