Efeito da atividade física em ambiente enriquecido na força muscular de camundongos C57BL6J

  • Aldecy Batista De sá Júnior Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil.
  • Giovana Evelin de Oliveira Costa Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil.
  • Ataualba Ramalho de Meirelles Filho Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil.
  • Magda Mendes Vieira Programa de pós-graduação em Ciências da Saúde, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil.
  • Mariana Rocha Alves Programa de pós-Graduação em Neurociências, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói-RJ, Brasil.
  • Alex Sander Freitas Programa de pós-graduação em Ciências da Saúde, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil. Departamento de Educação Física e do Desporto, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil.
  • Vinicius Dias Rodrigues Departamento de Educação Física e do Desporto, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros-MG, Brasil.

Resumo

O objetivo geral desse artigo foi verificar os efeitos da atividade física espontânea em ambiente enriquecido na força muscular de camundongos C57BL/6. Foram utilizados 10 camundongos C57BL/6 de ambos os sexos, saudáveis com idade entre 10 e 12 semanas, com cerca de 20 ± 5 gramas de peso corporal. O desenho experimental iniciou-se com a avaliação do peso corporal e dos níveis de forças, posteriormente foram realizadas 24 sessões (sessão diária) de atividade física espontânea com o grupo experimental (cinco animais) com duração de 60 minutos (cada sessão). Depois de realizada todas as sessões, foram realizadas novamente as avaliações do peso corporal e dos níveis de forças novamente. Os efeitos da atividade física espontânea em ambiente enriquecido na força de membros dianteiros não apresentaram valores significativos. Os valores de delta demonstraram uma diminuição, entretanto essa diminuição é menor quando comparado com o grupo controle. Os efeitos da atividade física espontânea em ambiente enriquecido na força de todos os membros não apresentaram valores significativos nos valores de delta comparando os grupos. Os valores de delta mostram um aumento de força nos grupos controle e experimental. Os resultados mostram que os membros anteriores dos animais não melhoraram a força muscular, porém, quando verificado os achados da força muscular com todos os membros, observou que a força muscular teve um aumento expressivo, pois o tamanho do efeito apresenta uma classificação grande e muito grande.

Publicado
2020-05-03
Como Citar
De sá Júnior, A. B., Costa, G. E. de O., de Meirelles Filho, A. R., Vieira, M. M., Alves, M. R., Freitas, A. S., & Rodrigues, V. D. (2020). Efeito da atividade física em ambiente enriquecido na força muscular de camundongos C57BL6J. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 13(86), 1061-1067. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1863
Seção
Artigos Científicos - Original