Associação entre o nível de atividade física e qualidade de vida de estudantes

  • Thaynara Nathalie Carvalho Estevam Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa Campus Florestal, Florestal, Brasil.
  • Leôncio Lopes Soares Laboratório de Biologia do Exercício, Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil.
  • Luciano Bernardes Leite Laboratório de Biologia do Exercício, Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil.
  • Guilherme de Azambuja Pussieldi Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa Campus Florestal, Florestal, Brasil.
Palavras-chave: Atividade física, Qualidade de Vida, Estudantes

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre níveis de atividade física e a qualidade de vida de jovens estudantes do ensino médio de uma escola pública da rede federal de ensino. A amostra foi composta por 112 estudantes do ensino médio, (63 do sexo feminino e 49 do sexo masculino), com idade entre 15 e 18 anos (média ± DP: 16,56 ± 0,89). Os participantes responderam a um questionário sobre o nível de atividade física (Questionário de atividades físicas habituais) e qualidade de vida (WHOQOL-BREF). Observou-se que mais de 40 % da amostra do sexo feminino e mais de 50 % da amostra do sexo masculino tiveram classificação do nível de atividade física entre ativo e muito ativo. Não houve diferenças significativas entre os sexos para a qualidade de vida geral e para os domínios físico, psicológicos e ambiental. Entretanto, no domínio relações sociais, foram observadas essas diferenças, sendo que as mulheres apresentaram maior valor médio em relação aos homens.  Conclui-se que no estudo houve relação entre o nível de atividade física e qualidade de vida dos estudantes avaliados.

Referências

-Alexander, A.; Bergman, P.; Hagströmer, M.; Sjöström, M. IPAQ environmental module; reliability testing. Journal of Public Health. Vol. 14. Num. 2. p. 76. 2006.

-Azevedo, E. M.; França Ferraz, A.; Aquino Alves, C.; Lima, G. M.; Silva, L. G. Análise da qualidade de vida e do nível de atividade física dos policiais militares do comando geral da PMMT para prevenção de doenças. Revista de Administração do Sul do Pará (REASP). Vol. 3. Num. 2. p. 14-31. 2016.

-Baron-Cohen, S.; Wheelwright, S. The empathy quotient: an investigation of adults with Asperger syndrome or high functioning autism, and normal sex differences. Journal of autism and developmental disorders. Vol. 34. Num. 2. p. 163-175. 2004.

-Barrett, L. F.; Lane, R. D.; Sechrest, L.; Schwartz, G. E. Sex differences in emotional awareness. Personality and Social Psychology Bulletin. Vol. 26. Num. 9. p. 1027-1035. 2000.

-Bize, R.; Johnson, J. A.; Plotnikoff, R. C. Physical activity level and health-related quality of life in the general adult population: a systematic review. Preventive medicine. Vol. 45. Num. 6. p. 401-415. 2007.

-Cassidy, K.; Kotynia-English, R.; Acres, J.; Flicker, L.; Lautenschlager, N. T.; Almeida, O. P.; Lautenschlager, N. T. Association between lifestyle factors and mental health measures among community-dwelling older women. Australian and New Zealand Journal of Psychiatry. Vol. 38. Num. 11-12. p.940-947. 2004.

-Ceschini, F. L.; Andrade, D. R.; Oliveira, L. C.; Araújo Júnior, J. F.; Matsudo, V. K. Prevalência de inatividade física e fatores associados em estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais. Jornal de pediatria. Vol. 85. Num. 4. p. 301-306. 2009.

-Chyun, D. A.; Melkus, G. D.; Katten, D. M.; Price, W. J.; Davey, J. A.; Grey, N.; Wackers, F. J. T. The association of psychological factors, physical activity, neuropathy, and quality of life in type 2 diabetes. Biological Research for Nursing. Vol. 7. Num. 4. p.279-288. 2006.

-Ciarrochi, J.; Hynes, K.; Crittenden, N. Can men do better if they try harder: Sex and motivational effects on emotional awareness. Cognition & Emotion. Vol. 19. Num. 1. p. 133-141. 2005.

-Cieslak, F.; Cavazza, J. F.; Lazarotto, L.; Titski, A. C. K.; Stefanello, J. M. F.; Leite, N. Análise da qualidade de vida e do nível de atividade física em universitários. Journal of Physical Education. Vol. 23. Num. 2. p. 251-260. 2012.

-Davis, M. H. A multidimensional approach to individual differences in empathy. JSAS Catalog of Selected Documents in Psychology. Vol. 10. p. 85. 1980.

-Detmar, S. B.; Bruil, J.; Ravens-Sieberer, U.; Gosch, A.; Bisegger, C. The use of focus groups in the development of the KIDSCREEN HRQL questionnaire. Quality of Life Research, Vol. 15. Num. 8. p. 1345-1353. 2006.

-Fleck, M.; Louzada, S.; Xavier, M.; Chachamovich, E.; Vieira, G.; Santos, L.; Pinzon, V. Aplicação da versão em português do instrumento abreviado de avaliação da qualidade de vida" WHOQOL-bref". Revista de saúde pública. Vol. 34. Num. 2. p.178-183. 2000.

-Gordia, A. P.; Quadros, T. D.; Campos, W. D.; Vilela Júnior, G. D. B. Qualidade de vida de adolescentes da rede particular de ensino: comparação entre gêneros. Rev Bras qualidade de vida. Vol. 1. Num. 2. p.16-24. 2009.

-Hallal, P. C.; Matsudo, S. M.; Matsudo, V. K.; Araújo, T. L.; Andrade, D. R.; Bertoldi, A. D. Physical activity in adults from two Brazilian areas: similarities and differences. Cadernos de saude publica. Vol. 21. Num. 2. p. 573-580. 2005.

-Hallal, P. C.; Victora, C. G.; Azevedo, M. R.; Wells, J. C. Adolescent physical activity and health. Sports medicine. Vol. 36. Num. 12. p. 1019-1030. 2006.

-Hubanks, L.; Kuyken, W.; Organization, W. H. Quality of life assessment: an annotated bibliography. Geneva: World Health Organization. 1994.

-Kirjonen, J.; Telama, R.; Luukkonen, R.; Kääriä, S.; Kaila‐Kangas, L.; Leino‐Arjas, P. Stability and prediction of physical activity in 5‐,10‐, and 28‐year follow‐up studies among industrial employees. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports. Vol. 16. Num. 3. p. 201-208. 2006.

-Li, J. W.; O’Connor, H.; O’Dwyer, N.; Orr, R. The effect of acute and chronic exercise on cognitive function and academic performance in adolescents: a systematic review. Journal of science and medicine in sport. Vol. 20. Num. 9. p. 841-848. 2017.

-Luz, T. D. A. Análise da atividade física e qualidade de vida em estudantes de ciências do desporto. Universidade de Coimbra. Dissertação de Mestrado. Coimbra. 2015.

-Mummery, K.; Schofield, G.; Caperchione, C. Physical activity: Physical activity dose‐response effects on mental health status in older adults. Australian and New Zealand Journal of Public Health. Vol. 28. Num. 2. p. 188-192. 2004.

-Nahas, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. Midiograf. 2006.

-Olson, S. H.; Iyer, S.; Scott, J.; Erez, O.; Samuel, S.; Markovits, T.; Kurtz, R. C. Cancer history and other personal factors affect quality of life in patients with hepatitis C. Health and quality of life outcomes. Vol. 3. Num. 1. p. 39. 2005.

-Proper, K. I.; Cerin, E.; Brown, W. J.; Owen, N. Sitting time and socio-economic differences in overweight and obesity. International journal of obesity. Vol. 31. Num. 1. p. 169-176. 2007.

-Wee, H. L.; Chua, H. X.; Li, S. C. Meaning of health-related quality of life among children and adolescents in an Asian country: A focus group approach. Quality of life Research. Vol. 15. Num. 5. p. 821-831. 2006.

-Werneck, F. Z.; Navarro, C. A. Nível de atividade física e estado de humor em adolescentes. Psicologia: Teoria e Pesquisa. Vol. 27. Num. 2. p. 189-193. 2011.

-Yancey, A. K.; Wold, C. M.; McCarthy, W. J.; Weber, M. D.; Lee, B.; Simon, P. A.; Fielding, J. E. Physical inactivity and overweight among Los Angeles County adults. American journal of preventive medicine. Vol. 27. Num. 2. p. 146-152. 2004.

-Zvirtes, T. D. B. Qualidade de vida de escolares participantes e não participantes de programas esportivos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Estrela-RS. Centro Universitário Univates. TCC. Univates. Lajeado. 2017.

Publicado
2021-02-28
Como Citar
Estevam, T. N. C., Soares, L. L., Leite, L. B., & Pussieldi, G. de A. (2021). Associação entre o nível de atividade física e qualidade de vida de estudantes. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 14(90), 243-249. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1993
Seção
Artigos Científicos - Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##