Programa de reabilitação pulmonar de 36 sessões melhora a capacidade funcional e reduz o índice de massa corpórea em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

  • Paulo Sergio Correia Martins Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Débora Ferreira Moraes Guimarães Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Roger Medeiros Xavier Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu, Mestrado em Educação Física, São Luís-MA, Brasil.
  • Alessandra de Magalhães Campos Garcia Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Matheus Gomes Castro Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Cristiano Teixeira Mostarda Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu, Mestrado em Educação Física, São Luís-MA, Brasil.
  • Antonio Coppi Navarro Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu, Mestrado em Educação Física, São Luís-MA, Brasil.
Palavras-chave: DPOC, Reabilitação Pulmonar, Capacidade Funcional, IMC

Resumo

Objetivo: Avaliar a capacidade funcional através do teste de caminhada de seis minutos e o índice de massa corpórea em pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, participantes do Programa de Reabilitação Pulmonar, nos momentos pré, 18 sessões e ao final de 36 sessões. Materiais e Métodos: No Programa de Reabilitação Pulmonar com 3 sessões semanais por um período de 12 semanas de exercícios combinados (aeróbio e força), foi realizado o teste de caminhada de seis minutos, afim de verificar a capacidade funcional, pré, 18 sessões e após 36 sessões de Reabilitação Pulmonar; foram avaliados 20 pacientes diagnosticados com DPOC (15 com DPOC moderada e 5 com DPOC grave); foi verificado também o Índice de Massa Corpórea (IMC) dos pacientes nos mesmos momentos. Resultados: foi verificado aumento da distância percorrida no TC6M, em 18 sessões e ao fim das 36 sessões do programa; também se verificou diminuição do IMC dos pacientes ao fim das 36 sessões do programa de reabilitação. Discussão: em 18 sessões, observou-se uma melhora de 18,75%, assim como em 36 sessões a melhora foi de 29,47% da distância percorrida pelos pacientes no TC6M; pós 18 sessões já ocorreu uma redução de 3% no IMC e com 36 sessões essa redução foi a 6,24%, demonstrando assim a eficiência do programa de reabilitação pulmonar. Conclusão: A reabilitação pulmonar após 36 sessões é eficaz na melhora da capacidade funcional e na redução do IMC de pacientes com DPOC.

Referências

-ACSM. ACSM´s guidelines for exercise testing and prescription. Baltimore: Lippincott Williams and Wilkins. 2000. Baltimore: Lippincott Williams and Wilkins. 2010.

-Araújo, C.L.P.; Karloh, M.; Santos, K.; Reis, C.M.; Mayer, A.F. Reabilitação pulmonar em longo prazo na doença pulmonar obstrutiva crônica. ABCS Health Sci. Vol. 39. Núm. 1. p.56-60. 2014.

-ATS. Committee on Proficiency Standards for Clinical Pulmonary Function Laboratories. ATS statement: guidelines for the six- minute walk test. Am J Respir Crit Care Med. Vol.166. Núm.1. p.111-7. 2002.

-Bhambanhani, Y.; Singh, M. Ventilatory thresholds during a graded exercise test. Respiration. Vol. 47. Núm. 2. p. 120-128. 1985.

-Chetta, A.; Zanini, A.; Pisi, G.; Aiello, M.; Tzani, P.; Neri, M.; Olivieri, D. Reference values for the 6-min walk test in healthy subjects 20-50 years old. Respiratory Medicine. Vol. 100. Núm. 9. p.1573-1578. 2006.

-Diretrizes para o manejo da DPOC, adaptação para o Brasil do consenso latino-americano de DPOC. p. 7-8 e 9-10. 2016.

-Dourado, V.Z.; Godoy, I. Recondicionamento muscular na DPOC: principais intervenções e novas tendências. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 10. Núm. 4. P.331-334. 2004.

-Garber, C.E.; Blissmer, B.; Deschenes, M.R.; Franklin, B.A.; Lamonte, M.J.; Lee, I. M.; Nieman, D.C.; Swain, D.P. American College of Sports Medicine position stand. Quantity and quality of exercise for developing and maintaining cardiorespiratory, musculo skeletal, and neuromotor fitness in apparently healthy adults: guidance for prescribing exercise. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol. 7. Núm. 43. p.1334-1359. 2011.

-Heyward, V. Avaliação física e prescrição de exercícios: técnicas avançadas. 4ª edição. Porto Alegre. Artmed. 2004.

-Maia, E.C.; Pinheiro, N.A.; Silva, S.C.S.; Filho, F.S.B.; Navarro, F.; Oliveira Junior, M.N.S. Protocolos clínicos de reabilitação pulmonar em pacientes com DPOC. Saúde Rev. Vol. 12. Núm. 32. p. 55-67. 2012.

-Moreira, M.A.C.; Moraes, M.R.; Tannus, R. Teste da caminhada de seis minutos em pacientes com DPOC durante programa de reabilitação. Jornal de Pneumologia. Vol. 27. Núm. 6. p. 295-300. 2001.

-Nascimento, O.A.; Lamonti, V.C.; Jardim, J.R. Reabilitação Pulmonar. Pulmão RJ. Vol. 22. Núm. 2. p.65-69. 2013.

-Rabahi, M.F. Epidemiologia da DPOC: Enfrentando Desafios. 2013.

-Rodrigues, S.L.; Viegas, C.A.S.; Lima, T. Jornal Brasileiro de Pneumologia. Vol.28 Núm. 2. 2002.

-Rodrigues, L.O.C.; Garcia, E.S.; Soares, D.D.; Lazzarotto, L.B.; Ribeiro, G.A. As atividades físicas e o coração: orientações básicas para o clínico. Revista Brasileira de Medicina. Vol. 65. Núm. 7. p.635-646. 1999.

-Roceto, L.S.; Takata, L.S.; Machado, L.; Zambon, L.; Saad I.A.B. Eficácia da reabilitação pulmonar uma vez na semana em portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica. Revista brasileira de fisioterapia. São Carlos. Vol. 11. Núm. 6. p. 475-480. 2007.

-Sociedade Brasileira de Cardiologia. Diretriz de reabilitação cardiopulmonar e metabólica: aspectos práticos e responsabilidades. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 86. Núm.1. p. 74-82. 2005.

-Sociedade Brasileira de Pneumologia. II Consenso Brasileiro sobre Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica-DPOC. J Bras Pneumol. Vol. 30. Núm. 5. Suppl. 1. p.S1-S42. 2004.

-Stringer, W.W.; Wasserman, K. Statement on exercise: American College of Chest Physicians/ American Thoracic Society-exercise for fun or profit? Chest. Vol. 127. Núm. 3. p. 1072-1073. 2005.

-Zhang, J.G.; Ohta, T.; Ishikawa-Takata, K.; Tabata, I.; Miyashita, M. Effects of daily activity recorded by pedometer on peak oxygen consumption (VO2 peak), ventilatory threshold and leg extension power in 30-to-69-year-old Japanese without exercise habit. European Journal of Applied Physiology. Vol. 90. Núm. 1-2. p.109-113. 2003.

Publicado
2022-08-06
Como Citar
Martins, P. S. C., Guimarães, D. F. M., Xavier, R. M., Garcia, A. de M. C., Castro, M. G., Mostarda, C. T., & Navarro, A. C. (2022). Programa de reabilitação pulmonar de 36 sessões melhora a capacidade funcional e reduz o índice de massa corpórea em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 15(98), 446-452. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/2487
Seção
Artigos Científicos - Original