Efeito de 12 sessões de treinamento resistido na composição corporal: um estudo de caso

Fábio Borges Nunes, Eliene Nunes de Sousa

Resumo


Introdução: O excesso de peso predispõe o organismo a uma série de doenças, como insuficiência cardíaca, tromboses e hemorragias cerebrais e, tromboses coronarianas. A prescrição de exercícios físicos para o emagrecimento se restringia a exercícios aeróbicos por estes terem um gasto calórico maior durante o exercício quando comparado ao treinamento resistido. Em meados da década de 80, a comunidade científica reconheceu o potencial valor do treinamento com pesos sobre a capacidade funcional e outros fatores relacionados à saúde, metabolismo basal, controle de peso. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo analisar o efeito de 12 sessões de treinamento resistido de intensidade moderada (60% 1RM) realizados 3 vezes por semana na composição corporal  de um individuo do sexo feminino, adulta e sedentária. Materiais e métodos: Para a realização da pesquisa foi selecionado uma mulher de 56 anos e sedentária que foi submetida a 12 sessões de treinamento de força com intensidade de 60% de 1 RM. Resultados: Observa-se que houve redução da massa corporal total e massa gorda e aumento da massa magra. Discussão: Estudos mostram modificações na composição corporal em indivíduos submetidos a treinamento de força com intensidade e volume relativamente alto. O mesmo não é observado em indivíduos submetidos a protocolos de treinamento de intensidade e volume curto. Conclusão: Apesar de o presente estudo mostrar uma tendência de alteração na composição corporal com apenas doze sessões de treinamento de força são necessários mais estudos que analisem a efetividade de um treinamento curto na composição corporal.

 

ABSTRACT

Effect of 12 sessions of resistive training in body composition: a case study

Introduction: Overweight predisposes the body to a number of diseases such as heart failure, stroke and cerebral hemorrhage, and coronary thrombosis. The exercise prescription for weight loss was restricted to aerobic exercise for these to have a greater caloric expenditure during exercise when compared to resistance training. In the mid-80s, the scientific community recognized the potential value of weight training on functional capacity and other factors related to health, basal metabolism, and weight control. Aims: This study aims to analyze the effect of 12 sessions of resistance training of moderate intensity (60% 1RM) performed 3 times a week in body composition of an individual female, adult and sedentary. Materials and methods: For the research was selected a woman of 56 years and sedentary that underwent 12 sessions of strength training with 60% of 1 RM. Results: It was observed that the reduction in total body mass and fat mass and increasing lean body mass. Discussion: Studies show changes in body composition in subjects undergoing strength training with intensity and relatively high volume. The same is not observed in individuals undergoing training protocols intensity and short volume. Conclusion: Although this study show a trend of change in body composition with only twelve sessions of strength training more studies are needed to examine the effectiveness of a short training on body composition.


Palavras-chave


Treinamento de força; Alterações; Composição corporal

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui