O aluno asmático na educação física escolar: uma dificuldade ou um desafio?

Anna Paula Miceli Alcântara de Oliveira, Daniel Martins Candido Silva

Resumo


A asma brônquica é uma inflamação crônica no aparelho respiratório, que obstrui as vias respiratórias e leva o indivíduo a ter bronco espasmo. Fatores genéticos são aliados a diversos fatores desencadeantes como: poeira, ácaro, mofo, produtos químicos, mudanças climáticas e inclusive exercícios físicos. Muito se conhece dos benefícios da atividade física para os adolescentes e crianças em idade escolar e simplesmente retirar a possibilidade da criança com asma brônquica de fazer algum tipo de esforço físico por conta desta patologia parece não ser o melhor caminho. Portanto, esta pesquisa tem como objetivo mostrar a importância de integrar as aulas de educação física os alunos asmáticos, ensinando exercícios que possam melhorar o trato respiratório. O estudo foi realizado através da observação de alunos, os selecionados foram divididos em grupos de4 a11 anos e12 a14 anos, sendo eles três do primeiro grupo (37,5%) e cinco do segundo grupo (62,5%), no período de um mês nas aulas regulares de educação física. Como resultado, foi observado que todos os selecionados participaram das aulas e não desencadearam crise de asma, sendo que 50% de alunos fazem acompanhamento médico e uso de medicamentos. Estes, quando aliados a estratégia do professor de diminuir o tempo das atividades aeróbicas e a aplicação de exercícios respiratórios, demonstraram-se mais eficientes em relação aos demais alunos asmáticos.

 

ABSTRACT

Asthmatic Students in sport classes: a difficulty or a challenge?

Bronchial asthma is a chronic inflammation of the respiratory tract which blocks the airways and leads the individual to bronchospasm. Genetic factors are enhanced by several triggering factors such as dust, mite, mold, chemicals, climate changes, and even by physical exercises. Much is known about the benefits of Physical activity for adolescents and children in school age, and simply removing the possibility for children with asthma to do any kind of physical effort on behalf of the disease does not seem to be the best way. Therefore, this study aims to show the importance of integrating the asthmatic student in Sport classes, teaching them exercises that may improve their respiratory tract condition. This study was carried out by observation the students, and the selected ones were divided into two groups, from 4 - 11 years old, and from 12 – 14 years old, of whom three (37,5%) were in the first group, and five (62,5%) were in the second group. These students were observed for a period of one month during regular Physical Education classes. As a result, it was observed that all selected students participated regularly and did not trigger asthma attacks. Fifty per cent of the observed students are under medical follow-up and control asthma through medication. These students, when allied to a special strategy on the part of the teacher to reduce the length of aerobic activities, and the applying breathing exercises, have attained better profit from the exercises then the other asthmatic students.

 


Palavras-chave


Saúde escolar; Asma; Asma induzida por exercício

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui