A prática de atividade física e o desempenho na aptidão física e saúde de discentes do curso noturno de Educação Física de uma Instituição privada de uma cidade de Minas Gerais

Mauro Lúcio Mazini Filho, Saulo Paula Costa, Ricardo Luiz Pace Júnior, Dihogo Gama Matos, Felipe José Aidar, Rafael Pedrosa Savoia, Osvaldo Costa Moreira

Resumo


O presente estudo teve como objetivo verificar o nível de atividade física e seu reflexo na aptidão física relacionada à saúde dos discentes do curso noturno de Educação Física de uma instituição privada de uma cidade de Minas Gerais. A amostra foi composta por 54 discentes (19 homens e 35 mulheres), voluntários e regularmente matriculados na instituição, caracterizando-se por indivíduos com idade de 26,20 anos (DP=8,35), estatura de 167,46cm (DP=8,49) e peso de 63,45kg (DP=12,06). Para avaliação do nível de atividade física, foi utilizado o questionário internacional de atividades físicas (IPAQ). Como determinante da aptidão física relacionada à saúde, usou-se a média dos resultados individuais obtidos nos testes de percentual de gordura (7 dobras de Pollock), flexibilidade (banco de Wells), força muscular (dinamometria manual), resistência muscular localizada (teste de abdominal – 1 minuto) e capacidade aeróbica (corrida de 12 minutos). A análise dos dados evidenciou os seguintes resultados: houve uma predominância de indivíduos categorizados como muito ativos e ativos (85,2%), em relação aos irregularmente ativos (14,8%). Já no tocante à aptidão física relacionada à saúde, ao analisar cada um dos componentes os resultados indicam que: 57,4% (n=31) dos acadêmicos apresentam um percentual de gordura adequado a saúde, cerca de 51,9% (n=28) apresentaram níveis de flexibilidade de tronco satisfatórios, 48,1%(n=26) apresentam bons níveis de força, 81,5% (n=44) possuem elevados níveis de resistência muscular localizada e 55,6% (n=30) se enquadram em uma faixa de aptidão cardiorrespiratória benéfica a saúde. Com isso, pode-se concluir que mais da metade dos discentes estão com níveis bons de atividade física, resultado também encontrado quanto à aptidão física relacionada à saúde, na qual a maioria dos acadêmicos se encontra com altos níveis, com exceção da força. Analisando percentualmente apesar de ambos os dados apresentarem em sua maioria altas porcentagens, quando analisados, através dos testes de correlação de Pearson, Kendall´s e Spearman, constata-se que não há relação significativa entre o nível de atividade física e os componentes da aptidão física relacionada à saúde.

 

ABSTRACT

The physical activity practice and the physical fitness performance and health in physical education students in evening course in private institution in a city of Minas Gerais

This study aimed to determine the level of physical activity and its reflection in physical fitness and health of students of evening classes of Physical Education in a private institution in a city of Minas Gerais. The sample consisted of 54 students (19 men and 35 women), volunteers and enrolled in the institution, characterized by individuals under the age of 26.20 years (SD = 8.35), height of 167,46cm (SD = 8.49) and weight 63,45kg (SD = 12.06). To evaluate the level of physical activity, it was used the international physical activity questionnaire (IPAQ). As a determinant of health-related physical fitness, we used the average of the individual results obtained in fat percentage tests (7 folds of Pollock), flexibility (Wells), muscle strength (handgrip), muscular endurance (test abdominal - 1 minute) and aerobic capacity (12 minutes of running). Data analysis showed the following results: there was a predominance of individuals categorized as very active and active (85.2%), compared to irregularly active (14.8%). Already with regard to physical fitness and health, examine each of the components the results indicate that: 57.4% (n = 31) of academics have a fat percentage proper to health, about 51.9% (n = 28) had trunk flexibility levels satisfactory, 48.1% (n = 26) showed good levels of strength, 81.5% (n = 44) have high levels of muscular endurance and 55.6% (n = 30 ) fall into a range of cardio respiratory fitness beneficial to health. Thus, we can conclude that more than half of the students are with good levels of physical activity, the result also found on the physical fitness and health, which most scholars meet high levels, with the exception of force. Analyzing percentage although both data presented mostly high percentages, when analyzed through the Pearson correlation test, Spearman Kendall's, it appears that there is no significant relationship between the level of physical activity and physical fitness components related to health.


Palavras-chave


Nível de atividade física; Aptidão física; Saúde

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui