Variação do número de neutrófilos, em militares, após a realização de um teste de VO2MÁX

Caroline Huber Bauer, Carlos Kemper, Renan Bauer, Priscila de Lima Ribeiro

Resumo


Estudos têm evidenciado alterações na resposta do sistema imune provocada pelo exercício físico de forma aguda, gerando um desvio do estado da homeostase orgânica. Dentre estas modificações da homeostasia, destacamos o aumento do número de leucócitos, principalmente dos neutrófilos segmentados (pseudoneutrofilia). O objetivo deste estudo foi verificar as alterações do número de neutrófilos de militares após realização de um teste de VO2máx (teste de Cooper). A amostra foi composta por 16 militares do sexo masculino, com idade entre 18 e 27 anos, residentes em Santo Ângelo, RS. Foram mensurados: estatura (m), massa corporal (kg), VO2máx (ml.kg-1.min-1), percentual de gordura (%G). Para a verificação das alterações dos neutrófilos através do exercício físico foi utilizado o teste de Cooper (teste dos 12 minutos). Para isto foi coletado sangue, três minutos antes e depois do teste. Para a análise dos dados utilizou-se o teste “t” de Student para amostras dependentes. Os resultados mostraram um aumento significativo no número de leucócitos entre o pré-teste (9518,75/mm³ ± 1978,96) e o pós-teste (13050,00/mm³ ± 3685,65). Já os neutrófilos segmentados apresentaram diferença significativa entre as médias (pré 6413,88 ± 1980,68 e pós 8859,13 ± 2798,76) mostrando ser o teste realizado o responsável pelo aumento, ocasionando uma pseudoneutrofilia. Com os resultados apresentados podemos concluir que a realização de um teste de VO2máx provoca uma pseudoneutrofilia, demonstrando o grande efeito da sobrecarga fisiológica na musculatura, provocado pelo exercício físico de grande intensidade e pequena duração, gerando uma imunodepressão no indivíduo.

 

ABSTRACT

Variation of neutrophil numbers in militaries after a VO2max test

Some studies have evidenced alterations in the reply of the immune system provoked by the physical exercise of acute form, generating a shunting line of the state of the organic homeostasis. Between the modifications of the homeostasis, provoked by the physical stresses, we can detach the increase of numbers of leukocytes, mainly of the segmented neutrophil (pseudoneutrophilic). Therefore, the present study had as aim to verify the alterations of the number of neutrophil of military after the realization of the test VO2máx (test of Cooper). This research is of cause-effect with experimental delineation. The sample was composed for 16 military of the masculine sex, with age between 18 and 27 years, residents in Santo Ângelo, RS. Had been measured: stature (m), corporal mass (kg), VO2máx (ml.kg-1.min-1), percentage of fat (%G). For the verification of the alterations of the neutrophil through the physical exercise, was been used the test of Cooper (test of the 12 minutes). For this was collected blood, three minutes before and after the test. For the analysis of the data was used the “t” test of Student for dependent samples. The results had shown a significant increase in the number of leukocytes between the daily pay-test (9518,75/mm ³ ±1978,96) and the after-test (13050,00/mm ³ ±3685,65).Already the segmented neutrophil had presented a significant difference between the averages (daily pay 6413,88±1980,68 and after 8859,13±2798,76) having shown to be the test carried through responsible for the increase, causing pseudoneutrophilic. For the presented results we can conclude that the realization of a of VO2máx  provokes a pseudoneutrophilic, demonstrating the great effect of the physiological overload in the musculature, provoked  by the physical exercise of great intensity and small duration, generating a immune depression in the individual. 


Palavras-chave


Sistema imune; Exercício físico; Leucocitos; Pseudoneutrofilia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui