Uso de esteroides por frequentadores de academias de musculação na cidade de Caçador-SC

Lindomar Mineiro, Judson Costa da Silva, Osvaldo Machado da Silva Junior, Ricceli Endrigo da Rocha

Resumo


Objetivo: O objetivo deste trabalho é identificar o uso ilícito de EAA nas academias de musculação no município de Caçador-SC. Materiais Métodos: Participaram deste estudo, 164 indivíduos, sendo 112 masculinos 25,78 ± 10,16 anos de idade e 176 ± 6,92 cm de altura e 52 femininos com 29 ± 8,72 anos de idade e 165 ± 6,42 cm de altura. Todos matriculados em uma das nove 09 academias de musculação da cidade de Caçador-SC, as quais são devidamente registradas no Conselho Regional de Educação Física (CREF/3). A análise descritiva de média ± desvio padrão (Med ± DP) foi realizada para caracterizar a amostra. Todos os dados foram organizados e desenvolvidos utilizando Excel e graph pad prisma 5.0. Resultados: Os resultados mostraram que 45,12% dos frequentadores de academias de musculação está cursando o Ensino Médio e 48,78% possuem ensino superior, 21,95% afirmaram fazer uso de EAA após indicação de pessoas conhecidas (47,82%) e outros 21,73% conheceram as drogas pela internet. O desconhecimento sobre os reais efeitos do EAA é o que mostra a maior parte do seu uso (47,82%), e 30,43% busca por resultados mais rápidos e apenas 21,73 % busca por estética. A maioria dos indivíduos (87,95%) não faz acompanhamento médico para prevenir ou detectar possíveis efeitos colaterais do EAA e 95,65% dos usuários dizem não sentir tais efeitos e mais da metade dos pesquisados (52,17%), afirmam não ter alcançado os resultados esperados. Conclusão: Foi possível concluir por meio deste trabalho que há uso de EAA nas academias de musculação da cidade de Caçador-SC, geralmente por pessoas jovens que buscam acelerar os resultados esperados pelo treino, como a estética.

 

ABSTRACT

Androgenic steroid use for practitioners resistance training

Objective: The aim of this work is to identify illicit use of AAS in resistance training academies in the town of Caçador-SC. Methodology: Took part in this study 164 subjects, 112 males 25.78 ± 10.16 years of age and 176 ± 6.92 cm in height and 52 women with 29 ± 8.72 years of age and 165 ± 6.42 cm height. Everyone enrolled in one of the nine 09 academies or Resistence training the city of Caçador-SC training, which are duly registered with the Regional Council of Physical Education (CREF / 3). Descriptive analysis of mean ± standard deviation (Mean ± SD) was performed to characterize the sample. All data were organized and developed using Excel and graph pad prism 5.0. Results: The results showed that 45.12% of attendees at gyms resistance training is in high school and 48.78% have graduated, 21.95% said that use of AAS after nominating persons known (47.82%) and other 21.73% knew the drugs on the internet. The ignorance about the real effects of the EAA is showing most of its use (47.82%) and 30.43% for faster search results and only 21.73% search for aesthetics. Most individuals (87.95%) do not follow doctor to prevent or detect possible side effects of AAS and 95.65% of users say they do not feel such effects and more than half of respondents (52.17%) claim not have achieved the expected results. Conclusion: It was possible to conclude by this study that there is use of AAS in resistance training academies of the town of Caçador, SC, usually by young people who looking for accelerating the expected results by training, as aesthetics.


Palavras-chave


Anabolizantes; Efeito colateral; Drogas; Musculação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui