Associação entre atividade física habitual e aptidão funcional em mulheres pós-menopausa

Uilson Roberto Pereira Junior, Pedro Henrique Rodrigues, Gizely Ferreira Sobrinho, Eduardo Federighi Baisi Chagas

Resumo


Objetivo: O objetivo do estudo foi analisar a associação entre o tempo em minutos por semana de participação em programas de exercício em Unidades de Saúde da Família (USF) e o desempenho de aptidão funcional. Método: A amostra foi constituída de 49 mulheres pós-menopausa, todas participantes de programas de exercício físico em USF há pelo menos seis meses.  O tempo de minutos por semana de atividade física moderada a vigorosa foi determinado pelo questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ - versão curta). A aptidão funcional foi avaliada pela bateria de testes da American Alliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance (AAHPERD), e complementada com o teste de levantar e sentar da cadeira em 30 segundos, para mensuração da força de membros inferiores. Resultado: Para agilidade foi detectado diferenças significantes entre os grupos 1 e grupo 2 (p=0,038), e entre o grupo 1 e grupo 3 (p=0,006). Para ForçaMS foi verificada diferença significativa entre o grupo 1 e 2 (p=0,05), e grupo 1 e 3 (p=0,002). Para ForçaMI foram observadas diferenças significantes entre os grupos 1 e 3 (p=0,001), e grupos 2 e 3 (p=0,038). Para os demais componentes da aptidão funcional, não foram observados diferenças significantes entre os grupos. Conclusão: Os resultados levam a crer que um maior tempo em minutos por semana de exercício físico moderado a vigoroso contribua para uma maior extensão das adaptações funcionais na mulher pós-menopausa, principalmente nos componentes de aptidão funcional, agilidade, força de membros superiores e inferiores.

 

ABSTRACT 

Association between Habitual Physical Exercise and Functional Fulfillment in Post-Menopause Women

Objective: The objective of the study was to analyze the association between the time in minutes per week due to participating in exercises programs in Health Family Units (USF) and fulfillment of functional fitness. Methods: The sample was constituted by 49 post-menopause women, all participants of the physical exercise programs at USF for at least six months. The time in minutes per week of moderate to vigorous physical exercise was determined by International Physical Activity Questionnaire (IPAQ - short version). The functional fulfillment was evaluated through the battery of tests from American Alliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance (AAHPERD), and complemented with stand up and sit down tests from the chair in 30 seconds, to measure the inferior members strength. Results: A significant difference between group 1 and group 2 was detected to agility (p=0.038), and between group 1 and group 3 (p=0.006). To ForçaMS was checked significant difference between groups 1 and 2 (p=0.05), and groups 1 and 3 (p=0.002). To ForçaMI Significant differences were observed to ForçaMI between groups 1 and 3 (p=0.001), and groups 2 and 3 (p=0.038). To the other functional fulfillment compounds, significant differences were not observed among the groups. Conclusion: The results lead to believe that the highest time in minutes per week of moderate to vigorous physical exercise contribute to a better expansion of functional fits in a post-menopause woman, mainly in the functional fulfillment compounds, agility, superior and inferior members strength.

Palavras-chave


Pós-menopausa; Envelhecimento; Força muscular; Obesidade; Exercício físico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui