Inflamação subclínica e doença cardiovascular na obesidade: o papel do exercício físico contínuo e intervalado como tratamento

Mario César Carvalho Tenório, Amanda Silva Fraga, Cloud Kennedy Couto de Sá, Ana Marice T. Ladeia

Resumo


Nas últimas décadas o tecido adiposo passou a ser visto como um órgão endócrino, deixando então o seu status de simples estocador de energia. Jé é consensual que o tecido adiposo libera citocinas inflamatórias de fase aguda, podendo estas aumentar o risco de doenças cardiovasculares. Alguns estudos demonstraram que o exercício físico é um importante recurso para o tratamento da obesidade e pode diminuir o estado inflamatório de indivíduos obesos, porém, ainda não está bem descrito qual tipo de exercício ou intensidade.  Estudos recentes têm demonstrado prováveis benefícios das atividades de alta intensidade, predominantemente anaeróbias na capacidade de oxidação de gorduras. Entretanto, o efeito do exercício predominantemente anaeróbio na redução da obesidade e do estado inflamatório ainda é pouco conhecido. Sendo assim, o objetivo desta presente revisão foi sintetizar as informações acerca das evidências sobre o exercício, seja com predominância aeróbia ou anaeróbia e o impacto no estado de inflamação subclínica de indivíduos obesos.

 

ABSTRACT 

Subclinical inflammation and cardiovascular disease in obesity: the role of continuous and interval exercise as treatment

In recent decades the adipose tissue was seen as an endocrine organ, leaving his status simply estocador energy. The consensus is that adipose tissue release of acute phase inflammatory cytokines, which may increase the risk of cardiovascular diseases. Some studies have shown that physical exercise is an important resource for the treatment of obesity and can decrease the inflammatory state in obese individuals, however, is not well described what kind of exercise or intensity. Recent studies have shown probable benefits of high intensity activities, predominantly anaerobic in fat oxidation capacity. However, the effect of predominantly anaerobic exercise in reducing obesity and inflammatory status is still unknown. Thus, the objective of this study was to synthesize the information about the evidence of exercise, with predominantly aerobic or anaerobic and impact grade inflammation in obese state.

Palavras-chave


Obesidade abdominal; Exercício físico; Proteína C-Reativa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui