Análise da composição corporal em função do treinamento concorrente em mulheres ativas

Angela Elizabeth Gaio Gomes, Leonardo Breda, Paulo Henrique Canciglieri

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar os efeitos do Treinamento Concorrente (TC), resistido e aeróbio, nas medidas antropométricas, e composição corporal de mulheres ativas, de variadas idades, investigando se mesmo em processo de envelhecimento, consegue ganho de massa muscular. A amostra foi composta por 10 mulheres sendo, cinco com idades entre 20 e 26 anos (21,6 ± 2,61 anos) e cinco entre 40 e 55 anos (48,6 ± 3,78 anos) que foram submetidas à avaliação física Pré e Pós-intervenção para a coleta das variáveis investigadas: massa corporal, circunferência de cintura, quadril e abdômen, porcentagem de gordura corporal total, massa magra, massa gorda, ICQ e IMC. A intervenção teve duração de 12 semanas, com frequência semanal de três vezes por semana e com duração média de 60min/sessão. Para o treinamento resistido foram propostos 3 micros ciclos intervalados, divididos em Treino A- B e C com exercícios para os principais grupos musculares. No treinamento aeróbio foi intercalada corrida e caminhada na esteira, após cada série do circuito. Realizou análise descritiva paramétrica (médias e desvio padrão) e utilizou-se o teste t-Student pareado para comparação das variáveis pré e pós-intervenção, adotando um nível de significância de p<0,05. Através dos resultados encontrados concluiu-se que, o Treinamento Concorrente foi capaz de promover melhoras sobre a composição corporal de todas as mulheres investigadas e mesmo em processo de envelhecimento, as voluntárias da faixa etária de 40 a 55 anos conseguiram reduzir a porcentagem de gordura corporal total, diminuir a massa gorda e ganhar massa magra.

 

ABSTRACT 

Analysis of body composition in the function of competitive training in active women

The aim of this study is to analyze the effects of Concurrent Training (CT), strength and aerobic either at the same training session, on anthropometric measurements and body composition of varying ages active women. It was investigated whether in the same aging process they can gain muscle mass.The sample was composed by 10  physically active women which 5 of them is between 20 and 26 years old (age=21.6 ± 2.61) and 5 is between 40 and 55 years old (age=48.6 ± 3.78). An Pre and Post-intervention physical evaluation was conducted for the collect dates of the variables investigated: body mass, waist, hip and abdomen circumferences, percentage of total body fat, lean mass, fat mass, Body mass index (BMI) and Index waist hip (IWH). The TC lasted 10 weeks, three days a week and mean duration of 60 minutes per session. For the strength training was proposed 3 micros interval cycles, divided into A- B and C Training sessions with exercises for the major muscle groups. In the aerobic training was proposed running and walking on the treadmill after each series done. The statistical treatment was composed by parametric descriptive analysis (mean and standard deviation) and the t-Student test was used for comparison of Pre and Post-intervention test variables. It was allowed a p <0.05 for significance statistics.The results showed that the Concurrent Training (CT) was able to promote significant improves on the body composition of all investigated women. It also showed that, even the aging process, the volunteers in the age range of 40 to 55 years old have reduced the percentage of total body fat, decrease fat mass and gain lean mass.


Palavras-chave


Treinamento; Concorrente; Envelhecimento; Composição Corporal; Mulheres

Texto completo:

PDF

Referências


-Bonganha, V.; Santos, C. F. D.; Rocha, J.; Chacon-Mikahil, M. P. T.; Madruga, V. A. Força muscular e composição corporal de mulheres na pós-menopausa: efeitos do treinamento concorrente. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Vol. 13. Núm. 2. 102-109. 2012.

-Brasil. Lei nº 10741/2003. Estatuto do Idoso. 5ª edição. Brasília-DF. 2010. Disponível em: . Acesso em: 20/06/2015.

-Brasil. Organização Pan-Americana da Saúde. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Brasília-DF. 2002.

-Chtara, M.; Chamari, K.; Chaouachi, M.; Chaouachi, A.; Koubaa, D.; Feki, Y.; Amri, M. Effects of intra-session concurrent endurance and strength training sequence on aerobic performance and capacity. British journal of sports medicine. Vol. 39. Núm. 8. p.555-560. 2005.

-Da Silva, M. C.; Rombaldi, A. J.; Campos, A. L. P. Ordem dos exercícios físicos aeróbios e com pesos na aptidão física de mulheres acima dos 50 anos. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 12. Núm. 2. p.134-139. 2010.

-De Azevedo, P. H. S. M.; Demampra, T. H.; De Oliveira, G. P.; Baldissera, V.; Bürger-Mendonça, M.; Marques, A. T.; Andrade Perez, S. E. Efeito de 4 semanas de treinamento resistido de alta intensidade e baixo volume na força máxima, endurance muscular e composição corporal de mulheres moderadamente treinadas. Brazilian Journal of Biomotricity. Vol. 1. Núm. 3. p.76-85. 2007.

-Galvão, D. A.; Taaffe, D. R. Resistance exercise dosage in older adults: single-versus multi set effects on physical performance and body composition. Journal of of the American Geriatrics Society. 2005

-Frontera, W.R.; Meredith, C.N.; O’reilly, K.P.; Knuttgen, H.G.; Evans, W.J. Strength conditioning in older men: skeletal muscle hypertrophy and improved function. J. Appl Physiol. Vol. 64. p.1038-44. 1988.

-Häkkinen, K.; Alen, M.; Kraemer, W. J.; Gorostiaga, E.; Izquierdo, M.; Rusko, H.; Romu, S. Neuromuscular adaptations during concurrent strength and endurance training versus strength training. European journal of applied physiology. Vol. 89. Núm. 1. p.42-52. 2003.

-Leveritt, M.; Abernethy, P. J.; Barry, B. K.; Logan, P. A. Concurrent strength and endurance training. Sports medicine. Vol. 28. Núm. 6. p.413-427. 1999.

-Matsudo, S. M. M. Envelhecimento, atividade física e saúde. Boletim do Instituto de Saúde. São Paulo. Núm. 47. 2009.

-Mota, J.; Júnior, I. F. F. Efeitos do treinamento concorrente na composição corporal e taxa metabólica de repouso em mulheres na menopausa. RPCD. Vol. 13. Núm. 1. p.12-22. 2013.

-Nelson, M. E.; Rejeski, W. J.; Blair, S. N.; Duncan, P. W.; Judge, J. O.; King, A. C.; Castaneda-Sceppa, C. Physical activity and public health in older adults: recommendation from the American College of Sports Medicine and the American Heart Association Circulation. Vol. 116. Núm. 9. 1994.

-Nóbrega, A. C. L.; Freitas, E. V.; Oliveira, M. D.; Leitão, M. B.; Lazzoli, J. K.; Nahas, R. M.; Baptista, C. A. S.; Drummond, F. A.; Rezende, L.; Pereira, J.; Pinto, M.; Radominski, R. B.; Leite, N.; Thiele, E. S.; Hernandez, A. J.; Araújo, C. G. S., De; Teixeira, J. A. C.; Carvalho, T.; Borges, S. F.; De Rose, E. H. Posicionamento Oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia: Atividade Física e Saúde do Idoso. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 5. Núm. 6. p.207-211. 1999.

-Silva, C. M. D.; Gurjão, A. L. D.; Ferreira, L.; Gobbi, L. T. B.; Gobbi, S. Efeito do treinamento com pesos, prescrito por zona de repetições máximas, na força muscular e composição corporal em idosas. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 8. Núm. 4. p.39-45. 2006

-Simões, A. C. Mulher e esporte. Manole. cap.10. p. 193. 2002.

-Spirduso, W, W. Dimensões Físicas do Envelhecimento. Manole. 2005

-Suzuki, T.; Bean, J. F.; Fielding, R. A. Muscle power of the ankle flexors predicts functional performance in community dwelling older women. Journal of the American Geriatrics Society. Malden. Vol. 49. Núm. 9. p.1161-1167. 2001.

-The American Geriatrics Society. Malden. Vol. 53. Núm. 12. p.2090-2097. 2005.

-Taaffe, D. R. Sarcopenia: exercise as a treatment strategy. Australian family physician. Vol. 35. Núm. 3. p.130. 2006.

-Weineck, J. Biologia do esporte. 7ª edição. São Paulo. Manole. 2005.


Apontamentos

  • »
  • »
  • »
  • »
  • »


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui