O treino aeróbico contínuo é mais eficiente que o treino aeróbico intervalado na resposta hipotensora pós-esforço em hipertensos controlados

  • Firmino Joaquim Celestino Neto Universidade Paulista (UNIP), Brasília-DF, Brasil.
  • Hugo Ribeiro Zanetti Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos (IMEPAC), Araguari-MG, Brasil.
  • Leandro Teixeira Paranhos Lopes Universidade Brasil, Fernandópolis-SP, Brasil.
  • Alexandre Gonçalves Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos (IMEPAC), Araguari-MG, Brasil. Faculdade Atenas, Paracatu-MG, Brasil.

Resumo

Introdução: Tem sido postulado que o exercício físico atua como agente hipotensor, principalmente relacionado aos efeitos imediatos após o exercício, denominado hipotensão pós-exercício (HPE). Objetivo: analisar a HPE em dois diferentes métodos de exercício aeróbico em indivíduos hipertensos controlados. Métodos: A amostra foi composta por 16 voluntários hipertensos e devidamente controlados. Estes realizaram duas sessões de exercício físico distintas e separadas por intervalo mínimo de 48 horas e a ordem de execução dos treinos foi feita por sorteio. Os protocolos utilizados no presente estudo foram o treinamento aeróbio contínuo, em que foi realizado 40 minutos de exercício aeróbico contínuo a 60% da frequência cardíaca de reserva (FCR) enquanto o exercício aeróbio intervalado foi realizado em 20 minutos, sendo organizado de modo que os voluntários executassem um minuto a 85% da FCR e recuperação de três minutos a 50% da FCR. As mensurações da pressão arterial média (PAM) e frequência cardíaca (FC) foram realizadas em ciclos de cinco minutos durante 30 minutos. A análise dos dados foi realizada pelo teste de ANOVA com nível de significância quando p<0,05. Resultados: Os dois métodos de treino ocasionaram HPE durante os 30 minutos de recuperação, comparado ao momento 0 (p<0,001). Além disso, o método contínuo apresentou diferença significativa comparado ao intervalado nos momentos 20, 25 e 30 (p<0,05). Com relação à FC pós-esforço foi observado diferença significativa entre o momento 0 e os demais momentos (p<0,05). Conclusão: Ambos os protocolos ocasionaram HPE porém o método contínuo evidenciou maior HPE que o método intervalado.

Publicado
2020-05-03
Como Citar
Celestino Neto, F. J., Zanetti, H. R., Lopes, L. T. P., & Gonçalves, A. (2020). O treino aeróbico contínuo é mais eficiente que o treino aeróbico intervalado na resposta hipotensora pós-esforço em hipertensos controlados. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 13(86), 1026-1032. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1853
Seção
Artigos Científicos - Original