Caracterização da aptidão física de militares do choque do estado de Pernambuco

  • Marcos Raimundo de Souza Universidade de Pernambuco, Recife-PE, Brasil.
  • Jorge Luiz de Brito-Gomes Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE, Brasil.
  • Fabiano Ferreira de Lima Universidade de Pernambuco, Recife-PE, Brasil.
  • Aline de Freitas Brito Universidade de Pernambuco, Recife-PE, Brasil.

Resumo

Introdução: Boa aptidão física é importante para o profissional policial, porém, poucos estudos científicos são direcionados para caracterização deste público no nordeste. Objetivo: descrever o nível da aptidão física de policiais do Batalhão de Choque de Pernambuco. Materiais e Métodos: A amostra foi composta por 146 homens realizando os testes de 2400m, flexão abdominal supra e barra fixa, Estatura, Peso Corporal, Índice de Massa Corporal e Relação Cintura-quadril. Foi utilizada a análise descritiva (média, escore máximo, mínimo e desvio padrão). Resultados: A capacidade cardiorrespiratória foi de VO2máx. 40,4 + 9,1 ml.kg.min; Flexão do Abdômen 51,6 + 8,9 repetições; Barra Fixa e 8,6 + 3,8 repetições. Classificação obtida: cardiorrespiratória: Insuficiente 30%, Bom 32%, Ótimo 11% e Excelente 27%; Abdominal: Insuficiente 3%, Bom 2%, Ótimo 20% e Excelente 75% da amostra; Barra Fixa: Insuficiente 8%, Bom 27%, Ótimo 38% e Excelente 27% da amostra. O Índice de Massa Corporal obteve os valores de 26,77 kg/m2. Classificação do IMC: Peso Normal 32%, Sobrepeso 54% e Obesidade l 13%. Relação Cintura-quadril 0,87 + 0,05. Classificação de Risco da RCQ: Baixo 34%, Moderado 54%, 12 Alto % e Muito Alto 1% da amostra. Conclusão: Os resultados indicam que os policiais militares avaliados estão com bom nível de aptidão física, entretanto, para o perfil antropométrico, os valores indicaram riscos à saúde, o que pode comprometer a função exercida. Sendo assim, é necessário um programa permanente de exercício físico, e orientações acerca de controle alimentar por nutricionistas da população estudada.

Publicado
2020-05-03
Como Citar
de Souza, M. R., de Brito-Gomes, J. L., de Lima, F. F., & Brito, A. de F. (2020). Caracterização da aptidão física de militares do choque do estado de Pernambuco. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 13(87), 1231-1239. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1888
Seção
Artigos Científicos - Original