Imagem corporal de mulheres praticantes de diferentes modalidades em academias de ginástica

Palavras-chave: Imagem Corporal, Envelhecimento, Exercício Físico

Resumo

Introdução: O mundo ocidental tem vivido uma verdadeira sobrevalorização da aparência física em detrimento das qualidades psicológicas e cognitivas de um indivíduo. Diariamente corpos jovens, sarados e livre de imperfeições são expostos pela mídia ganham uma enorme importância e se opõem a ideia de velhice. Desta maneira, as mudanças corporais, previstas no processo de envelhecimento, impactam principalmente a imagem corporal feminina, e potencializa um sofrer psíquico segundo a visão de cada sociedade em relação à mulher, em especial as de meia-idade e as idosas. Objetivo: Este estudo objetivou avaliar a insatisfação corporal de mulheres fisicamente ativas em diferentes faixas etárias. Materiais e Métodos: Este estudo caracteriza-se como transversal, correlacional e comparativo. Foram avaliadas 87 mulheres, divididas em três grupos etários: Grupo 1(18-30 anos), Grupo 2(31-45 anos) e Grupo 3(46-60 anos). Foram coletados dados de massa corporal e estatura para posterior cálculo do IMC, e utilizada à escala de silhuetas e o questionário BSQ para avaliar a insatisfação com a imagem corporal. Resultado: 75,9% (n=66) das mulheres estavam insatisfeitas com seu corpo (desejavam reduzir sua silhueta corporal). A ocorrência de insatisfação corporal foi bastante expressiva, com diferença significativa para o grupo de 31 a 45 anos, sugerindo que o processo de envelhecimento pode interferir na forma com que as mulheres lidam com seu corpo, alterando assim, sua satisfação corporal. Fato este que tende a se agravar com passar dos anos.

Biografia do Autor

Lídia Nunes Nóra de Souza, Laboratório de Psicologia do Exercício, Centro de Ciência da Saúde e do Esporte, Universidade do Estado de Santa Catarina-SC, Brasil.

Laboratírio de Psicologia do Esporte (LAPE), Centro de Ciência da Saúde e do Esporte - CEFID.

Referências

-Alves, D.; Pinto, M.; Alves, S.; Mota, A.; Leirós, V. Cultura e imagem corporal. Motricidade. Santa Maria da Feira. Vol. 5. Num. 1. 2009. p. 1-20.

-Campana, A.N.N.B.; Tavares, M.C.G.C.F. Avaliação da imagem corporal: instrumentos e diretrizes para pesquisa. São Paulo. Phorte. 2009. p. 232.

-Conti, M.A.; Cordás, T.A.; Latorre, M.R.D.O. Estudo de validade e confiabilidade da versão brasileira do body shape questionnaire (BSQ) para adolescentes. Revista Brasileira de Saúde Materno-Infantil. Recife. Vol. 9. Num. 3. 2009. p.331¬-338.

-Costa, A.C.P.; Torre, M.C. M.D.; Alvarenga, M. S. Atitudes em relação ao exercício e insatisfação com a imagem corporal de frequentadores de academia. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo. Vol. 29. Num. 3. 2015. p. 453-464.

-Di Pietro, M.C.; Silveira, D.X. Internal validity, dimensionality and performance of the Body Shape Questionnaire in a group of Brazilian college students. Revista Brasileira de Psiquiatria. Vol. 31. Num. 1. 2009. p. 21-24.

-Feathertone, M. Body, image and affect in consumer culture. Body & Society. Nottingham. Vol. 16. Num. 1. 2011. p. 193-221.

-Ferreira, M.E.C.; Castro, A.P.A.; Gomes, G. A obsessão masculina pelo corpo: malhado, forte e sarado. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 27. Num. 1. 2008. p. 167-182.

-Fin, T.C.; Portella, M.R.; Scortegagna, S.A. Old age and physical beauty among elderly women: a conversation between women. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Vol. 20. Num. 1. 2017. p. 74-84.

-Freitas, M.C.; Ferreira, M.A. Velhice a pessoa idosa: representações sociais de adolescentes escolares. Revista Latino-Americana de Enfermagem. Vol. 21. Num. 3. 2013. p. 1-8.

-Gardner, R.M.; Friedman, B.N.; Jackson, N.A. Methodological concerns when using silhouettes to measure body image. Perceptual and Motor Skills. Denver. Vol. 86. Num. 2. 1998. p. 387-395.

-Graeff, B. Envelhecimento, Velhice e Saúde: Transformando o invisível em visível. Revista de Direito sanitário. São Paulo. Vol.15. Num. 1. 2014. p. 77-82.

-Hair, J.F. Análise multivariada de dados. 6ª edição. São Paulo. Bookman. 2009. p. 532.

-Hansen, R.; Vaz, A.F. Sarados e gostosas entre alguns outros: aspectos da educação de corpos masculinos e femininos em academias de ginástica em musculação. Revista Movimento. Vol. 12. Num. 1. 2006. p.133 -152.

-Hofmeier, S.M.; Runfola, C.D.; Sala, M.; Gagne, D.A.; Brownley, K.A.; Bulik, C.M. Body Image, Aging, and Identity in Women Over 50: The Gender and Body Image (GABI) Study. Journal of Women & Aging. Binghamtom. Vol. 29. Num. 1. 2017. p. 3-14.

-Holland, G.; Tiggemann, M. A systematic review of the impact of the use of social networking sites on body image and disordered eating outcomes. Body Image. Amsterdam. Vol. 17. Num. 1. 2016. p.100-110.

-Kakeshita, I.S.; Almeida, S.S. Relação entre índice de massa corporal e a percepção da auto-imagem em universitários. Revista de Saúde Pública. São Paulo. Vol. 40. Num. 3. 2006. p. 497-504.

-Marshall, C.; Lengyel C.; Utioh A. Body dissatisfaction among middle-aged and older women. Canadian Journal of Dietetic Practice and Research. Vol. 73. Num. 2. 2012. p. 241-247.

-Myers, T.A; Crowther, J.H. Social comparison as a predictor of body dissatisfaction: A meta-analytic review. Journal of Abnormal Psychology. Vol. 118. Num. 4. 2009. p. 683-98.

-Mclean, S.A.; Paxton, S.J.; Wertheim, E.H. Factors associated with body dissatisfaction and disordered eating in women in midlife. International Journal of Eating Disorders. Vol. 43. Num. 6. 2010. p. 527-536.

-Miranda, V.P.N.; Conti, M.A.; Bastos R.; Ferreira, M.E.C. Insatisfação corporal em adolescentes brasileiros de municípios de pequeno porte de Minas Gerais. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Rio de Janeiro. Vol. 60. Num. 3. 2011. p.190-¬197.

-Miranda, V.P.N.; Conti, M.A.; Carvalho, P.H. B.; Bastos R.; Ferreira, M.E.C. Imagem corporal em diferentes períodos da adolescência. Revista Paulista de Psiquiatria. Vol. 32. Num. 1. 2014. p.1-7.

-Neri, A.L. Teorias Psicológicas do Envelhecimento. in Freitas, E. V.; Py, L. (Org.). Tratado de Geriatria e Gerontologia. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2013.

-Pereira, E.S.; Gama, E.F. Imagem corporal da mulher praticante de exercício físico. HU Revista, Juiz de Fora. Vol. 43. Num. 1. 2017. p. 5-11.

-Schmidt, M.I.; Duncan, B.B.; Tavares, M.; Polanczyk, C.A.; Pellanda, L.; Zimmer P.M. Validity of self-reported weight: a study of urban Brazilian adults. Revista de Saúde Pública. São Paulo. Vol. 27. Num. 4. 1993. p. 271-276.

-Slevec, J.H.; Tiggemann, M. Predictors of body dissatisfaction and disordered eating in middle-aged women. Clinical Psychology Review. Tarrytown. Vol. 3. Num. 4. 2011. p. 515-524.

-Smolak, L. Thompson, J. K. Body image, eating disorders and obesity in youth: Assessment, prevent and treatment Washington, DC. American Psychological Association. 2009. p. 389.

-Souza, M. V.; Martins, C.R.; Lunard, M.; Biduski, G.M.; Ferrari, E.P.; Freitas, C.R. Body image in women participantes os strength training: association with sociodemographic factors and practice time. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Vol. 23. Num.1. 2018. p.1-6.

-Tavares, M.C.G.C.F. Imagem corporal: conceito e desenvolvimento. São Paulo. Manole. 2003. p.145.

-Thomas, J.R.; Nelson, J.K.; Silverman, S.J. Métodos de pesquisa em atividade física. 6ª edição. São Paulo. Artmed. 2012. p. 478.

-Thompson, J.K.; Smolak, L. Body image, eating disorders, and obesity in youth: Assessment, prevention, and treatment. Washington DC. American Psychological Association. 2001. p. 376.

Publicado
2021-02-28
Como Citar
Souza, L. N. N. de, Ferreira, L. K., & Ferreira, M. E. C. (2021). Imagem corporal de mulheres praticantes de diferentes modalidades em academias de ginástica. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 14(90), 233-242. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1975
Seção
Artigos Científicos - Original