Os efeitos do treinamento do judô e jiu jitsu na frequência cardíaca E pressão arterial: uma revisão sistemática

  • Diemerson Willy da Silva Panplona Faculdade Uninassau, Belém, Pará, Brasil.
  • Martha de Souza França Faculdade Uninassau, Belém, Pará, Brasil.
Palavras-chave: Judô, Jiu jitsu, Sistema cardiovascular, Artes marciais

Resumo

Introdução: Os problemas cardiovasculares atingem milhões de pessoas no mundo, sendo o sedentarismo o gatilho para alterações maléficas no sistema, a prática de exercícios vem a ser a principal forma de combate a estes efeitos, sendo a luta uma opção dinâmica. Entende-se que ocorrem mudanças no sistema cardiovascular durante o exercício sendo variáveis e de acordo com a modalidade praticada. Objetivo: Investigar os efeitos do treinamento dos esportes de combate, tendo como foco analisar especificamente as modalidades de Judô e Jiu Jitsu sob a frequência cardíaca e pressão arterial. Materiais e Métodos: Foi realizado uma revisão da literatura sistemática, utilizando na pesquisa as bases de dados Pubmed e Scielo. Resultados: Foram identificados 1945 artigos e após análise do material foram selecionados 04 manuscritos obedecendo os critérios de exclusão e inclusão com finalidade de serem trabalhados neste estudo. Ambas as modalidades selecionadas apresentaram efeitos positivos frente ao sistema cardiovascular. Discussão: Os principais efeitos são a redução da pressão arterial e frequência cardíaca, contatando que a prática do judô gera efeitos moduladores do sistema, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares. Conclusão: Tanto o Judô quanto Jiu Jitsu são capazes de produzir modulações positivas no sistema nervoso autônomo, sendo uma excelente estratégia na prevenção de doenças cardiovasculares.

Referências

-Andreato, L. V.; Lara, F. J. D.; Andrade, A.; Branco, B. H. M. Physical and physiological profiles of Brazilian jiu-jitsu athletes: a systematic review. Sports medicine-open. Vol. 3. Num. 1. 2017. p. 9.

-Castanheira, J.; Valente-dos-Santos, J.; Costa, D.; Martinho, D.; Fernandes, J.; Duarte, J.; Sousa, N.; Vaz, V.; Rama, L.; Figueiredo, A.; Coelho-e-Silva, M. Cardiac remodeling indicators in adolescent athletes. Revista da Associação Médica Brasileira. Vol. 63. Num. 5. 2017. p. 427-434.

-Franchini, E.; Brito, C. J.; Fukuda, D. H.; & Artioli, G. G. The physiology of judo-specific training modalities. The Journal of Strength & Conditioning Research. Vol. 28. Num. 5. 2014. p. 1474-1481.

-Franchini, E.; Del Vecchio, F. B.; Julio, U. F.; Matheus, L.; Candau, R. Specificity of performance adaptations to a periodized judo training program. Revista Andaluza de Medicina del Deport. Vol. 8. Num. 2. 2015. p. 67-72.

-Gambassi, B. B.; Almeida, F. de J. F.; Almeida, A. E. A. F.; Ribeiro, J. A.; Novais, T. M. G.; Schwingel, P. A.; Queiroz, C. O.; Santos, C. P. C.; Rodrigues, B. Effects of Exercise Training on Cardiovascular and Autonomic Parameters in Stroke Survivors: A Systematic Review. International Journal of Cardiovascular Sciences. Vol. 32. Num. 4. 2019. p. 408-413.

-Hui, S. S.; Woo, J.; Kwok, T. Evaluation of energy expenditure and cardiovascular health effects from Tai Chi and walking exercise. Hong Kong medical journal. Vol. 15. 2009. p. 4-7.

-Kraemer, W. J.; Fleck, S. J.; Deschenes, M. R. Fisiologia do Exercício-Teoria e Prática. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2016. p. 211-254.

-Lise, R.S.; Capraro, A. M. Primórdios do jiu-jitsu e dos confrontos intermodalidades no Brasil: contestando uma memória consolidada. Revista Brasileira de Ciências do. Esporte. Vol. 40. Num. 3. 2018. p. 318-324.

-Lourenço-Lima, L. D.; Hirabara S. M. Efeitos da perda rápida de peso em atletas de combate. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 35. Num. 1. 2013. p.245-60.

-Lunz, W.; Miranda, R. N.; Dantas, E. M.; Morra, E. A. D. S.; Carletti, L.; Perez, A. J.; Mill, J. G. Comparação da resposta autonômica cardiovascular de praticantes de musculação, corredores de longa distância e não praticantes de exercício. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 27 n. 4. 2013. p. 531-541.

-Mcardle, W. D.; Katch, F. I.; Kacth, V.L. Fisiologia do exercício: Nutrição, Energia e Desempenho Humano. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2016. p. 493-520.

-Moreira, S. R.; Teixeira-Araujo, A. A.; Santos, A. O.; Simões, H. G. Ten weeks of capoeira progressive training improved cardiovascular parameters in male practitioners. The Journal of Sports Medicine and Physical Fitness. Vol. 57. Num. 3. 2016. p. 289-298.

-Mozzocante, R. P.; Sousa, I. R. C. D.; Moreira, S. R.; Prestes, J.; Simões, H. G.; Campbell, C. S. G. The period of the day affects the twenty-four-hour blood pressure response to an acute combined exercise session in Brazilian jiu jitsu athletes. Motriz: Revista de Educação Física. Vol. 21. Num. 3. 2015. p. 281-289.

-Nascimento, R. D.; Viana, A.; Sartori, M.; Zaffalon Júnior, J. R., Dias, D. S.; Monzani, J. O. B.; Bernardes, N.; Irigoyen, M. C.; Angelis, K. de. Sedentary lifestyle in adolescents is associated with impairment in autonomic cardiovascular modulation. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 25. Num. 3. 2019. p. 191-195.

-Nascimento-Carvalho, B.; Mayta, M. A. C.; Izaias, J. E.; Doro, M. R.; Scapini, K.; Caperuto, E.; Grilletti, J. V. F.; Sanches, I. C. Cardiac sympathetic modulation increase after weight loss in combat sports athletes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 24. Num. 6. 2018. p. 413-417.

-Øvretveit, K. Anthropometric and physiological characteristics of Brazilian Jiu-Jitsu athletes. The Journal of Strength & Conditioning Research. Vol. 32. Num. 4. 2018. p. 997-1004.

-Rother, E. T. Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta paul. Enferm. São Paulo. Vol. 20. Num. 2. 2007. p. 05-06.

-Saraiva, B. T. C.; Ritti-Dias, R. M.; Farah, B. Q.; Suetake, V. Y. B.; Diniz, T. A.; Costa Júnior, P.; Milanez, V. F.; Christofaro, D. G. D. Cardiovascular effects of 16 weeks of martial arts training in adolescents. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 24. Num. 3. 2018. p. 212-215.

-Scarpi, M. J.; Conte, M.; Rossin, R. A.; Skubs, R.; Lenk, R. E.; Brant, R. Associação entre dois diferentes tipos de estrangulamento com a variação da pressão intraocular em atletas de jiu-jitsu. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Vol. 72. Núm. 3. 2009. p. 341-345.

-Sousa, D. F.; Eustaquio, J. M. J., Marocolo, M.; Mota, G. R.; Barbosa Neto, O. Cardiac autonomic alterations in different tactical profiles of brazilian jiu jitsu. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 26. Num. 3. 2020. p. 196-200.

-Suetake, V. Y. B.; Franchini, E.; Saraiva, B. T.; Silva, A. K.; Bernardo, A. F.; Gomes, R. L.; Vanderlei, L. C. M.; Christofaro, D. G. Effects of 9 months of martial arts training on cardiac autonomic modulation in healthy children and adolescents. Pediatric Exercise Science. Vol. 30. Num. 4. 2018. p. 487-494.

-Vanzella, L. M.; Linares, S. N.; Miranda, R. A. T.; Silva, A. K. F.; Christófaro, D. G. D.; Netto Júnior, J.; Vanderlei, L. C. M. Effects of a new approach of aerobic interval training on cardiac autonomic modulation and cardiovascular parameters of metabolic syndrome subjects. Archives of endocrinology and metabolismo. Vol. 63. Num. 2. 2019. p. 148-156.

-Zanetti, H. R.; Ferreira, A. L.; Haddad, E. G.; Gonçalves, A.; Jesus, L. F.; Lopes, L. T. P. Análise das respostas cardiovasculares agudas ao exercício resistido em diferentes intervalos de recuperação. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 19. Num. 3. 2013. p. 168-170.

Publicado
2021-11-07
Como Citar
Panplona, D. W. da S., & França, M. de S. (2021). Os efeitos do treinamento do judô e jiu jitsu na frequência cardíaca E pressão arterial: uma revisão sistemática. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 15(96), 237-244. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/2421
Seção
Artigos Científicos - Original