Análise aguda da força máxima após treinamento aeróbico

Eliene Nunes de Sousa, Fábio Borges Nunes

Resumo


Objetivo: O presente estudo se dedica em analisar se há interferência do treinamento aeróbico na produção da força nos exercícios supino reto (SR), leg press 45º (LP) e rosca bíceps (BC). Metodologia: A amostra foi composta por 8 indivíduos treinados de ambos os sexos com idade média de 27,2 anos ± 5,12 e altura de 169,7 cm ± 10,7. Na primeira fase do experimento se deu a coleta de dados e verificação da força máxima através do teste de 1RM; na segunda fase foi executado um protocolo de treinamento de força (TF) a 70% de 1RM com três séries até a falha concêntrica e intervalo de três minutos entre as séries e na terceira fase se deu a execução de um protocolo de treinamento concorrente (TC) com 20 minutos de treinamento aeróbico a 70-75% da FCmáx. precedendo o TF. Resultados: Os resultados dos testes demonstram que não houve diferença significativa na média de repetições no protocolo TF quando comparado com a média de repetições no protocolo TC para os exercícios LP 48,7±10,32; 45,1±15,01 e BC 29,5±3,82; 29,1±4,45 (p>0,05), porém foi verificada diferença significativa entre os protocolos no exercício SR 36,7±6,57; 34,7±5,49 (p<0,05). Conclusão: O treinamento aeróbico com intensidade de 70 a 75% da FCmáx. Quando executado durante 20 minutos antes do treinamento de força afetou o desempenho da força no exercício SR, porém, não houve diferença significativa nos exercícios LP e BC.

 

ABSTRACT

Acute analysis of maximum strength after an aerobic training.

Aim: The study analyzes if there is an interference between aerobic training and maximum strenght in chest press (CP), leg press 45º (LP) and bíceps curl (BC). Methodology: The sample consisted of 8 trained subjects of both sexes with a mean age of 27.2 years ± 5.12 cm and a height of 169.7 ± 10.7. In the first phase of the experiment took data collection and verification of maximum force in 1RM; the second phase was executed a memorandum of strength training (ST) and 70% of 1RM with three sets to concentric failure and three-minute break between the series and the third stage is the execution of a given protocol concurrent training (CT) with 20 minutes of aerobic exercise at 70-75% of MHR. preceding the TF. Results: The test results show no significant difference in mean repetitions in TF protocol when compared to the average of repetitions in CT protocol for LP 48.7 ± 10.32 years; 45.1 ± 15.01 and 29.5 ± 3.82 BC; 29.1 ± 4.45 (p> 0.05), but significant difference was observed between the exercise protocols SR 36.7 ± 6.57; 34.7 ± 5.49 (p <0.05). Conclusion: Aerobic training with intensity 70-75% of MHR. When run for 20 minutes before strength training affected the performance of the force in carrying CP, however, there was no significant difference in LP and BC exercises.


Palavras-chave


Treinamento de força; Treinamento concorrente; Interferência

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui