Análise do desenvolvimento da capacidade física “potência anaeróbia” durante período preparatório de quatro semanas em jovens futebolistas

  • Diogo Hilgemberg Figueiredo Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Diego Hilgemberg Figueiredo Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Marcelo Oliveira Matta Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Palavras-chave: Futebol, Categoria de Base, RAST

Resumo

No futebol, as ações decisivas do jogo, como os sprints, em sua maioria, ocorrem em lances de intensidades máximas ou quase máximas, com relevante contribuição do sistema anaeróbio. Dessa forma, diversos autores têm analisado a potência anaeróbia como um dos principais componentes da capacidade física do futebolista. Visto isso, o presente estudo objetivou analisar o desenvolvimento da potência anaeróbia durante o período preparatório em atletas das categorias de base. Foram avaliados 17 atletas do sexo masculino, da equipe de futebol do Sport Club Juiz de Fora, nove pertencentes à categoria Sub-15 e oito pertencentes à categoria Sub-17, antes e após um período preparatório de quatro semanas, através do teste de RAST (Running Anaerobic Sprint Test). Os parâmetros anaeróbios determinados foram potência máxima, potência média e potência mínima relativa à massa corporal. Os resultados demostraram diferenças significantes em relação à potência média e mínima entre os momentos avaliados em ambas as categorias. Por outro lado não houve aumento significativo nos resultados para a potência máxima entre os momentos avaliados para a categoria sub-17, tendo uma tendência de melhora na categoria sub-15. As evidências encontradas demonstraram que os atletas apresentam desenvolvimento na eficiência do sistema glicolítico em ressintetizar ATP, necessitando de um período de treinamento maior e uma melhoria mais satisfatória de exercícios que utilizem como fonte de energia os estoques intramusculares de ATP e sua ressíntese através dos fosfagênios.

 

ABSTRACT 

Análise do desenvolvimento da capacidade física “potência anaeróbia†durante período preparatório de quatro semanas em jovens futebolistas

In football, the decisive action of the game, such as sprints, occur mostly in moves of maximum, or almost maximum intensities, with relevant contribution from the anaerobic system. Thus, several authors have analyzed the anaerobic power as a major component of footballer’s physical capacity. Considering this, the present study aimed to analyze the development of anaerobic power during the preparatory period in young footballers. We evaluated 17 male athletes from Sport Club Juiz de Fora football team, nine belonging to U-15 and eight belonging to U-17, before and after the four weeks preparatory period through RAST test (Running Anaerobic Sprint Test). The chosen anaerobic parameters were maximum power, average power and minimum power relative to body mass. On the one hand the results showed significant difference from the average and minimum power between the evaluated moments in both categories. On the other hand there was no significant increase in the results for the maximum power between the evaluated moments for the U-17, with a tendency of improvement in the U-15 category. The evidence demonstrated that athletes develop efficiency of the glycolytic system in resynthesize ATP, requiring a longer period of training and a better improvement of the exercises that use the intramuscular stores of ATP and its resynthesis by phosphagens as an energy source.

Biografia do Autor

Diogo Hilgemberg Figueiredo, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Mestrando em Desempenho Humano e Atividade Física pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em associação com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), Paraná, Brasil. Bacharel e Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Minas Gerais, Brasil

Diego Hilgemberg Figueiredo, Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Mestrando em Desempenho Humano e Atividade Física pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em associação com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), Paraná, Brasil. Bacharel e Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Minas Gerais, Brasil
Marcelo Oliveira Matta, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Doutor em Ciência do Desporto (PDCD), da Faculdade do Desporto da Universidade do Porto (FADEUP), Portugal. Professor do curso de Graduação da Faculdade de Educação Física e Desporto da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Minas Gerais, Brasil

Publicado
2016-05-16
Como Citar
Figueiredo, D. H., Figueiredo, D. H., & Matta, M. O. (2016). Análise do desenvolvimento da capacidade física “potência anaeróbia” durante período preparatório de quatro semanas em jovens futebolistas. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 10(58), 225-232. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/915
Seção
Artigos Científicos - Original