Relação entre os níveis de habilidade motora e a flexibilidade em escolares de 11 a 12 anos do estado do Rio de Janeiro: um estudo descritivo de corte transversal

Rodrigo Silva Perfeito, Lúcio Marques Vieira Souza

Resumo


A flexibilidade vem sendo descrita em alguns estudos como primordial para se alcançar o estágio maduro das habilidades motoras em crianças. Buscando entender melhor esta paridade, o objetivo traçado aqui é o de verificar a associação entre o desenvolvimento das habilidades motoras e o nível de flexibilidade muscular em escolares de 11 a 12 anos de um colégio particular do Rio de Janeiro. Para tal, propomos a pesquisa descritiva de corte transversal, na qual foram avaliados 96 alunos por meio de ficha de observação, filmagem, teste sentar e alcançar e matriz analítica proposta por Gallahue e Ozmun. Os resultados encontrados demonstram que, em atividades que não exigem de modo específico outras valências físicas, a flexibilidade pode ser percebida como um facilitador para o desenvolvimento motor maduro de escolares.

 

ABSTRACT

Relationship between motor skill levels and flexibility in students from 11 to 12 years of the state of Rio de Janeiro: a descriptive cross-sectional study

Flexibility has been described in some studies as essential to reach the mature stage of motor skills in children. Seeking to better understand this parity, the goal here is to determine the association between the development of motor skills and the level of muscular flexibility in students from 11 to 12 years of a private school in Rio de Janeiro. To this end, we propose a descriptive cross-sectional in which 96 students were assessed through observation form, shooting, sit and reach test and analytical matrix proposed by Gallahue and Ozmun. The results show that, in activities that do not require a specific way other physical valences, flexibility can be perceived as a facilitator for the mature motor development of children.


Palavras-chave


Habilidades Motoras; Flexibilidade; Padrões Fundamentais do Movimento

Texto completo:

PDF

Referências


-ACSM. American College of Sports Medicine. Diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição. 6ª edição. Guanabara koogan. 2003.

-Cardoso, I.; e colaboradores. Avaliação da Flexibilidade Muscular da Cadeia Posterior em Judocas e em Indivíduos não Praticantes de Atividade Física. Revista CPAQV. Vol. 7. Núm. 3. 2015.

-Castro Tiecher, T.; Toigo, A; Rodrigues, L. Comparação das habilidades motoras fundamentais de locomoção de crianças entre 6 e 8 anos praticantes e não praticantes de ballet. Cippus. Vol. 4. Núm. 1. p.36-54. 2015.

-Dantas, E. Flexibilidade: alongamento e flexionamento. 3ª edição. Rio de Janeiro. Shape. 1995.

-Eckert, H. Desenvolvimento Motor. 3ª edição. São Paulo. Manole. 1993.

-Farinatti, P. Criança e atividade física. Rio de janeiro. Sprint. 1995.

-Gallahue, D.; Ozmun, J. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos. 3ª edição. São Paulo. Phorte. 2005.

-Guissard, N.; Duchateau, J. Neural aspects of muscle stretching. Exerc Sport Sci Rev. Vol. 34. Núm. 4. p.154-158. 2006.

-Macedo, L. A importância do desenvolvimento psicomotor na educação infantil. Brasília. Centro Universitário de Brasília, 2014.

-Marins, J.; e colaboradores. Avaliação e prescrição de atividade física: guia prático. 2ª edição. Rio de Janeiro. Shape. 1998.

-Mattos, M.; Neira, M. Educação Física na adolescência: construindo o conhecimento na escola. São Paulo. Phorte. 1999.

-Perfeito, R. Método Pilates: uma possível intervenção para promoção da saúde no envelhecimento. Rio de Janeiro. Kirios. 2014.

-Pitanga, F. Testes, medidas e avaliação em educação física e esportes. 4ª edição. São Paulo. Phorte. 2005.

-Ribeiro, A.; Bezerra, J. Psicomotricidade e educação musical: reflexões para o Desenvolvimento psicomotor da criança através do método de Dalcroze. Colloquium Humanarum. Vol. 12. Núm. 3. p.75-85. 2015.

-Wells, K.; Dillon, E: The Sit and Reach: a Test Back and Leg Flexibility. Research Quarterly. Vol. 23. p.115-118. 1952.

-Weineck, J. Treinamento Ideal: Instrução técnica sobre o Desempenho Fisiológico, incluindo considerações específicas de treinamento infantil e juvenil. 9ª edição. São Paulo. Manole. 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui