Efeito de um programa de exercícios lúdicos/recreativos para aptidão física de crianças

Robert Eduward Silveira, Tailine Lisboa, Juliano Maestri Alexandre, Renata Capistrano, Jéssica Dutra Lopes, Thais Silva Beltrame

Resumo


O cenário contemporâneo evidência que as horas de lazer e tempo livre das crianças têm sido destinadas a jogos, diversões e brincadeiras predominantemente passivas, resultando na redução dos níveis de atividade física habitual, aumento da composição corporal, prevalência de excesso de peso na infância e baixos níveis de aptidão física. Estudos apontam que intervenções de caráter lúdico/recreativo demonstram-se eficazes para promover a perda de peso e a redução do Índice de Massa Corporal (IMC) em crianças com sobrepeso e obesidade. O objetivo do presente estudo foi então verificar os efeitos de um programa de exercício físico baseado em atividades lúdico/recreativas nos componentes da aptidão física em crianças de oito a 10 anos, eutróficas e com excesso de peso. Materiais e métodos: Participaram do estudo 16 crianças com oito a 10 anos de idade, divididas proporcionalmente em dois grupos: eutróficas e excesso de peso, de acordo com a classificação de IMC.  A aptidão física relacionada à saúde foi mensurada por meio do Projeto Esporte Brasil (PROESP-BR). Resultados: Foram observadas melhoras em pré e pós-intervenção nos componentes, flexibilidade (p<0,001) em crianças eutróficas e força/resistência abdominal (p=0,037) em crianças com excesso de peso. Conclusão: O programa de intervenção demonstrou que crianças com composições corporais distintas, reagem de formas diferentes quanto aos componentes flexibilidade e força/resistência abdominal e mostrou-se eficiente quanto à adesão e manutenção das crianças no programa, bem como ao estímulo positivo à prática de atividade física.

 

ABSTRACT 

Effect of a recreational / recreational exercise program for physical fitness of children

The contemporary scenario shows that children's leisure and leisure time have been aimed at games, amusements and predominantly passive play, resulting in reduced levels of habitual physical activity, increased body composition, prevalence of overweight in childhood and low levels of physical fitness. Studies show that playful / recreational interventions are effective in promoting weight loss and reducing the Body Mass Index (BMI) in overweight and obese children. The objective of the present study was to verify the effects of a physical exercise program based on leisure activities in the physical fitness components of eutrophic and overweight children aged eight to 10 years. Materials and methods: Participants were 16 children aged eight to 10 years, divided proportionally into two groups: eutrophic and overweight, according to the classification of BMI. Physical fitness related to health was measured through the Sports Project Brazil (PROESP-BR). Results: Improvements were observed in pre and post-intervention in the components, flexibility (p <0.001) in eutrophic children and abdominal strength / resistance (p = 0.037) in overweight children. Conclusions: The intervention program demonstrated that children with different body composition react in different ways regarding flexibility and abdominal strength / resistance components and it showed to be efficient in relation to the adherence and maintenance of the children in the program, as well as to the positive stimulus for the practice of physical activity.


Palavras-chave


Composição corporal; Aptidão física; Crianças

Texto completo:

PDF

Referências


-American College of Sports Medicine. Diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2000.

-Andreasi, V.; Michelin, E.; Rinaldi, A.E.M.; Burin, R.C. Aptidão física associada às medidas antropométricas de escolares do ensino fundamental. J. Pediatr. Vol. 86. Núm. 6. 2010. p.497-502.

-Bruschini, S.; Nery, C.A.S. Aspectos ortopédicos da obesidade na infância e adolescência. In: Fisferg, M. Obesidade na infância e adolescência. São Paulo. Fundação Editorial BYK. 1995. p.105-125.

-Cole, T.J.; Bellizzi, M.C.; Flegal, K.M.; Dietz, W.H. Establishing a standard definition for child overweight and obesity worldwide: international survey. British Medical Journal. Vol. 320. Núm. 7244. 2000.

-Espindola, J.A.; Capistrano, R.; Alexandre, J.M.; Silva, J.; Beltrame, T.S. Efeitos do exercício físico na aptidão física de crianças com sobrepeso. Conscientiae Saúde. Vol. 13. Núm. 2. 2014. p.281-288.

-Fernandes, M.M.; Penha, D.S.G.; Braga, F.A. Obesidade infantil em crianças da rede pública de ensino: prevalência e consequências para flexibilidade, força explosiva e velocidade. Rev. educ. fis. UEM. Vol. 23. Núm. 4. 2012. p.629-634.

-Ferrari, G.L.M.; Araújo, T.L.; Oliveira, L.C.; Matsudo, V.; Fisberg, M. Associação entre equipamentos eletrônicos no quarto com tempo sedentário, atividade física e índice de massa corporal de crianças. J. Pediatr. Vol. 91. Núm. 6. 2015. p.574-582.

-Gaya, A.C.A. Projeto Esporte Brasil – PROESP BRASIL. Manual de Aplicação de Medidas e Testes, Normas e Critérios de Avaliação. Porto Alegre. 2012.

-Gil, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo. Atlas. 2010.

-Glaner, M.F. Crescimento físico em adolescentes do norte gaúcho e oeste catarinense. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum. Vol. 13. Núm. 2. 2005. p.15-26.

-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa Nacional de Saúde: Manual de Antropometria. Rio de Janeiro. IBGE. 2013.

-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009: Antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de Janeiro. 2010.

-Kern, P.A.; Simsolo, R.B.; Fournier, M. Effect of weight loss on muscle fiber type, fiber size, capillarity, and succinate desidrogenase activity in humans. J Clin Endocrinol Metab. Vol. 84. Núm. 11. 1999. p. 4185-4190.

-Kishimoto, T.M. Jogos, brinquedos e brincadeiras do Brasil. Espac. blanco, Ser. Indagaciones. Vol. 24. Núm. 1. 2014.

-Liao, Y.; Liao J.; Durand, C.P.; Dunton, G.F. Which type of sedentary behaviour intervention is more effective at reducing body mass index in children? A meta-analytic review. Obesity reviews. Vol. 15. Núm. 3. 2014. p.159-168.

-Lohman, T.G. The use of skinfold to estimate body fatness on children and youth. Journal of Physical Education, Recreation and Dance. Vol. 58. Núm.9 . 1987. p.98-102.

-Luguetti, C.N.; Re, N.A.H.; Bohme, M.T.S. Indicadores de aptidão física de escolares da região centro-oeste da cidade de São Paulo. Rev. Bras. Cineantropom. Desempenho Hum. Vol. 12. Núm. 5. 2010. p.331-337.

-Monteiro, A.B.M.C.; Lopes, G.O.; Bustos, P.C.E.; Ramos, M.R.S.; Santos, T.R.; Vidal, V.F.; Moura, L.P.F.; Figueiredo, T. Aptidão física e composição corporal de alunos do ensino fundamental da rede pública em Jacarepaguá-RJ. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 9. Núm. 55. 2015. p.485-496. Disponível em:

-Nooijen, C.F.J.; Galanti, M.R.; Engstrom, K.; Moller, J.; Forsell, Y. Effectiveness of interventions on physical activity in overweight or obese children: a systematic review and meta-analysis including studies with objectively measured outcomes. Obesity Reviews. Vol. 18. 2017. p.195-213.

-Pedraza, D.F.; Silva, F.A.; Melo, N.L.S.; Araujo, E.M.N.; Sousa, C.P.C. Estado nutricional e hábitos alimentares de escolares de Campina Grande, Paraíba, Brasil. Ciênc. saúde coletiva. Vol. 22. Núm. 2. 2017. p.469-477.

-Pinto, R.P.; Nunes, A.A.; Mello, L.M. Análise dos fatores associados ao excesso de peso em escolares. Revista Paulista de Pediatria. Vol.3 4. Núm. 4. 2016. p.460-468.

-Poeta, L.S.; Duarte, M.F.S.; Giuliano, I.C.B.; Junior, J.C.F. Intervenção interdisciplinar na composição corporal e em testes de aptidão física de crianças obesas. Rev. Bras. Cineantropom. Desempenho Hum. Vol. 14. Núm. 2. 2012. p.134-143.

-Tsiros, D.M.; Coates, A.M.; Howe, P.R.C.; Grimshaw, P.N.; Walkley, J.; Shield, A. Knee extensor strength differences in obese and healthy-weight 10-13 year olds. Eur. J. Appl. Physiol. Vol. 113. Núm. 6. 2013. p.1415-1422.

-Vieira, V.L.; Souza, J.M.P.; Cervato-Mancuso, A.M. Insegurança alimentar, vínculo mãe-filho e desnutrição infantil em área de alta vulnerabilidade social. Rev. Bras. Saúde. Matern. Infant. Vol. 10. Núm. 2. 2010. p.199-207.

-Wijtzes, A.I.; et al. Comportamentos sedentários, comportamentos de atividade física e gordura corporal em crianças de 6 anos de idade. International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity. Vol. 11. Núm. 96. 2014.

-Wu, Y.; Gong, Q.; Zou, Z.; Li, H.; Zhang, X. Short sleep duration and obesity among children: a systematic review and meta-analysis of prospective studies. Obesity research & clinical practice, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBPFEX - Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui