Correlação entre o teste de caminhada de seis minutos e o AQ20 em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica

  • Asley Catlle Belfort Nascimento Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Karoline Silva Dias Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Paulo Sergio Correia Martins Bacharelado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Cristiano Teixeira Mostarda Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
  • Antonio Coppi Navarro Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação Física da Universidade Federal do Maranhão, São Luís-MA, Brasil.
Palavras-chave: DPOC, Teste de Caminhada de 6 minutos, AQ20, Qualidade de Vida

Resumo

Introdução: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) pode alterar as atividades de vida diária (AVD) dos indivíduos, e consequentemente a Qualidade de Vida (QV). O Teste de Caminhada de 6 Minutos (TC6) é um bom preditor da capacidade funcional. Avalição da qualidade de vida é importante para percepção das limitações de pacientes com DPOC.  Objetivo: verificar a correlação da capacidade funcional pelo TC6 e a qualidade de vida pelo questionário de vias aéreas AQ20 em indivíduos com DPOC. Materiais e Métodos: O estudo foi realizado com 20 pacientes com DPOC, atendidas no Núcleo de Reabilitação de Doenças Pulmonares do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HUUFMA). Foi aplicado o questionário de qualidade de vida (AQ20), e realizado o teste de caminhada de seis minutos (TC6). Foi utilizado os testes de Shapiro-Wilk e correlação de Pearson. Todas as análises foram realizadas nos softwares computacionais SPSS 18.0 e Sigma Plot 12.0. O valor adotado foi p<0,05.  Resultados: Foi encontrado o valor r=-0,457; p=0,04. Indicando correlação negativa, inversa e significante para os valores de AQ20 e TC6. Discussão: O baixo escore de qualidade de vida pode estar associado as dificuldades impostas pela doença, bem como a dispneia, e a limitação funcional. Tais limitações também dificultam as atividades de baixa resistência, como TC6. Conclusão: Conclui-se que houve correlação moderada, negativa entre o teste de caminhada de seis minutos e a qualidade de vida pelo AQ20. Nesse sentido, confirmasse a hipótese desse estudo. No entanto, as limitações da DPOC influenciam diretamente a percepção da qualidade de vida.

Referências

-American Thoracic Socyet. ATS Statement: Guidelines for The Six-Minute Walk Test. Amj Respir Care Med. Vol.166. p. 111-117. 2005.

-Britto, R.R.; Souza, L.A.P. Teste de caminhada de seis minutos: uma normatização brasileira. Fisioter Mov. Vol.4. Núm.19. p. 49-54. 2006.

-Dourado, V.Z.; Tanni, S.E.; Vale, A.S.; Faganello, M.M.; Sanches, F.F.; Godoy, I. Manifestações sistêmicas na doença pulmonar obstrutiva crônica. J Bras Pneumol. Vol.2. Núm.32. p. 161-71. 2006.

-Gerhardt, C.A.; Britto, M.T.; Mills, L.; Biro, F.M.; Rosenthal, S.L. Stability and predictors of health-related quality of life of inner-city girls. J Dev Behav Pediatr. Vol.24. Núm.3. p.189-94. 2003.

-Gold. Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease. Global strategy for the diagnosis, management and prevention of chronic obstructive pulmonary disease. 2011. Available from: www. goldcopd.org

-Gold. Global Strategy for the Diagnosis, Management and Preventation of COPD. 2011.

-Gosselink, R.; Troosters, T.; Decramer, M. Distribution of muscle weakness in patients with stable chronic obstructive pulmonary disease. J Cardiopulm Rehabil. Vol.20. p.353-60. 2000.

-Hajiro, T.; Nishimura, K.; Tsukino, M.; Ikeda, A.; Oga, T.; Izumi, T. A comparison of the level of dyspnea vs disease severity in indicating the health-related quality of life of patients with COPD. Chest. Vol. 116 p.1632-7. 1999.

-Mangueira, N.M.; Viega, I.L.; Mangueira, M.A.M.M.; Pinheiro, A.N.; Costa, M.R.S.R. Correlação entre parâmetros clínicos e qualidade de vida relacionada à saúde em mulheres com DPOC. J Bras Pneumol. Vol. 3. Núm.35. p.248-55. 2009.

-Maltais, F.; Simard, A.; Simard, C.; Jobin, J.; Desgagnés, P.; Leblanc, P. Oxidative capacity of the skeletal muscle and lactic acid kinetics during exercise in normal subjects and in patients with COPD. Am J Respir Crit Care Med. Vol.153. p.288- 93. 1996.

-Moreira, M.A.C.; Moraes, M.R.; Tannus, R. Teste de caminhada de seis minutos em pacientes com DPOC durante programa de reabilitação. J Pneumol. Vol.6. p.295-300. 2001.

-Reardon, J.Z.; Lareau, S.C.; Zuwallack, R. Functional status and quality of life in chronic obstructive pulmonary disease. Am J Med. Vol.10. Núm.119. p.32-37. 2006.

-Rodrigues, S.L.; Assis-Viegas, C.A. Estudo de correlação entre provas funcionais respiratórias e o teste de caminhada de seis minutos em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica. J Pneumol. Vol.6. Núm.28. p.324-8. 2002.

-Santanna, C.A.; Stelmach, R.; Zanetti, F.M.I.; Filho, W.J.; Chiba, T.; Cukier, A. Evaluation of health-related quality of life in low-income patients with COPD receiving long-term oxygen therapy. Chest. Vol.1. Núm.123. p.136-41. 2003.

-Silva, D.M.; Souza, S.S.; Francioni, F.F.; Meirelles, B.H. Qualidade de vida na perspectiva de pessoas com problemas respiratórios Crônicos: a contribuição de um grupo de convivência. Revista Latino-Americana de Enfermagem. Vol.13. Núm.1. p. 7-14. 2005.

-Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. II Consenso Brasileiro de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). J Bras Pneumol. Vol.30. Núm.5. p.1-42. 2004.

-Souza, D.C.; Jardim, J.R.; Jones, P. Validação do questionário do Hospital Saint George da Doença Respiratória (SGRQ) em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica no Brasil. São Paulo. J Pneumologia. Vol.26. Núm.3. 2000.

-Quirk, F.H.; Jones, P.W. Repeatability of two new short airways questionnaires. Thorax. Vol. 49. p. 1075-9. 1994.

-Zanchet, R.C.; Viegas, C.A.A.; Lima, T. A eficácia da reabilitação pulmonar na capacidade de exercício, força da musculatura inspiratória e qualidade de vida de portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica. J Bras Pneumol. Vol.31. p.118-4. 2005.

Publicado
2022-08-06
Como Citar
Nascimento, A. C. B., Dias, K. S., Martins, P. S. C., Mostarda, C. T., & Navarro, A. C. (2022). Correlação entre o teste de caminhada de seis minutos e o AQ20 em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 15(98), 453-459. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/2488
Seção
Artigos Científicos - Original