Comportamento alimentar de triatletas amadores de sprint triathlon

  • Bruno Pignata Faculdade de Educação Física - UNICAMP
  • Luiz Vieira da Silva Neto
  • Maria Lígia de Azevedo Valim
  • Orival Andries Júnior
Palavras-chave: Treinamento Esportivo, Triathlon, Nutrição esportiva

Resumo

Equilibrar a alimentação com as demandas energética é de suma importância para a manutenção da saúde e principalmente para a prática esportiva. Atletas de triathlon necessitam deste equilíbrio para que suas necessidades físicas sejam efetivas. Objetivo:  Descrição das práticas alimentares em praticantes de triathlon, cujos hábitos alimentares foram comparados com o dispêndio energético. Levaram-se em conta os valores de gasto energético (GE) e consumo alimentar (CA). Materiais e Métodos: Participaram da pesquisa 6 atletas homens e 3 atletas mulheres, de sprint triathlon, experiência de 15 ±2 meses, e com treinos diários de 90 minutos por sessão. As análises das avaliações foram mensuradas pelo programa software SAPAF Adulto - Sistema de Avaliação e Prescrição da Atividade Física, versão 4.0. As entrevistas foram feitas conforme as recomendações da nutricionista colaboradora na pesquisa e de acordo com o software, sendo digitadas em folha sulfite para os atletas responderem. Os dados foram analisados com o teste t pareado, e com significância de p≤0,05. Resultados: Como comportamento padrão, houve um CA inferior ao GE em Kcal, e em praticamente todos os dias de coletas esse padrão se manteve, com apenas duas exceções, porém não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas, quando analisadas entre os dias e entre sexos. Conclusão: É necessária a compreensão da satisfatória demanda nutricional da população e principalmente de atletas, elaborando um cuidadoso planejamento alimentar; ou seja, a há a necessidade de uma reeducação alimentar, influenciando assim o desempenho físico e a saúde da população em questão

Biografia do Autor

Luiz Vieira da Silva Neto

Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral-CE, Brasil.

Centro de Ciências da Saúde, Brasil.

Grupo de Estudo e Pesquisa em Triathlon- GEPTRI, Brasil.

Maria Lígia de Azevedo Valim

Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP, Brasil.

Orival Andries Júnior

Universidade Estadual de Campinas-Campinas-SP, Brasil.

Faculdade de Educação Física-FEF, Unicamp-SP, Brasil.

Grupo de Estudo e Pesquisa em Triathlon- GEPTRI, Brasil.

Referências

-ACSM. American College of Sports Medicine. Joint Position Statement: Nutrition and Athletic Performance. Official Journal of the American College of Sports Medicine. 2009. p.709-731.

-Arriola, C.R.; Rocha, P.; Minderico, C. Nutrição no triatlo: Desafios e considerações. Licenciatura em ciências da nutrição. Projecto final de licenciatura, Universidade Atlântica. Barcarena-Portugal. 2003.

-American Dietetic Association, Dietitians of Canada, American College of Sports Medicine. Position of American Dietitic Association, Dietitians of Canada, and American College of Sports Medicine: nutritrion and athletic performance. J Am Diet Assoc. 2001.

-American Dietetic Association, Dietitians of Canada, American College of Sports Medicine: Nutrition and Athletic Performance. J Am Diet Assoc. Vol. 109. Núm. 3. p.509-527. 2009.

-Bathalon, G. P.; Tucker, K. L.; Hays, N. P.; Vinken, A. G.; Greenberg, A. S.; McCrory, M. A.; Roberts, S. B. Psychological measures of eating behavior and the accuracy of 3 common dietary assessments in healthy postmenopausal women. Am J Clin Nutr. Vol. 71. Núm. 3. p.739-45. 2000.

-Biesek, S.; Azwn, L.A.; Guerra, I. EstrateÌgias de nutrição e suplementação no esporte. 3ª edição. revisada e atualizada. Manole. 2015.

-Braggion, G. F.; Chaves, R. G. Termorregulação e Hidratação: Recomendações para Prática do Nutricionista no Esporte de Alto Rendimento. Revista Nutrição Profissional. Vol. 4. Num. 19. 2008.

-Bueclher, L. O.; Rossi, L. Aplicação da escala de conhecimento nutricional em praticantes de musculação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 5. Num. 27. p. 236-242. 236- 242. 2011.

-Campagnolo, P.D.B.; Gama, C.M.; Petkowicz, R.O. Adequação da ingestão dietética de atletas adolescentes de 4 modalidades esportivas. Revista brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 16. Núm. 2. 2008. p.33-40.

-Costa, J.O.; Reis, B.Z.; Costa, D.; Vieira, D.A.S.; Teixeira, P.D.S.; Raposo, O.F.; Neto, S.M. Perfil de saúde, estado nutricional e nível de conhecimento em nutrição em usuárias de Programa Academia da Cidade Aracaju-SE. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Vol. 17. Num. 2. 2012.

-Carvalho, F.G.D.; Monteiro, B.D.A.; Goulart-De-Andrade, D.E.; Bronzi, É.D.S.; Oliveira, M.R.M.D. Métodos de avaliação de necessidades nutricionais e consumo de energia em humanos. Simbio-Logias. p. 99-120, 2012.

-Cheuvront, S.N.; Sawka, M.N. Avaliação da Hidratação de Atletas. Gatorade Sports Science Institute. 2006. p.15.

-Conzatti, S.; Oliveira, A.M.; Conde, S.R. Avaliação dos hábitos alimentares de praticantes de exercício físico em uma academia de um centro universitário. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Núm. 54. p. 534-543. 2015.

-Castro, N.M.G.; Datillo, M.; Lopes, L.C. Avaliação do conhecimento nutricional de mulheres fisicamente ativas e sua associação com o estado nutricional. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 32. Num. 1. 2010.

-Coyle, E.F. Fluid and fuel intake during exercise. Journal of Sports Sciences. Vol. 22. Num. 1. p.29-55. 2004.

-Ferreira, A.M.D.; Ribeiro, B.G.; Soares, E.A. Consumo de carboidratos e lipídios no desempenho em exercícios de ultraresistência. Rev Bras Med Esporte. Vol. 7. Num. 2. p.67-74. 2006.

-Fernandez, M.D.; Sainz, A.G.; Garzón, M.J.C. Treinamento físico-desportivo e alimentação: da infância à idade adulta. 2ª edição. Porto Alegre. Artmed. 2002.

-Gomes, R.V.; Ribeiro, S.M.L.; Veibig, R.F.; Aoki, M.S. Consumo alimentar e perfil antropométrico de tenistas amadores e profissionais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. Num. 6. 2009. p.436-440.

-Goris, A.H.C.; Westerterp-Plantenga, M.S.; Westerterp, K.R. Undereating and underrecording of habitual food intake in obese men: selective underreporting of fat intake. Am J Clin Nutr. Vol. 71. Núm. 1. p.130-4. 2000.

-Hernandez, A.J.; Nahas, R.M. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde Rev Bras Med Esp. Vol. 15. Núm. 3. p.3-12. 2009.

-Jomori, M.M.; Proença, R.P.C.; Calvo, M.C.M. Determinantes de escolha alimentar. Rev. Nutr. Vol. 21. Núm. 1. p.63-73. 2008.

-Krempien, J.L.; Barr, S.I. Risk of Nutrient Inadequacies in Elite Canadian Athletes with Spinal Cord Injury. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism. Vol. 21. 2011. p.417-425.

-Lopes, A.B.; Atônio, M.C.O Recordatório de 24 horas como instrumento na avaliação do consumo alimentar de cálcio, fósforo e vitamina D em criança e adolescentes de baixa estatura. Rev. Nutr. Vol. 23. Núm. 1. p.65-73. 2010.

-Maughan, R.J.; Depiesse, F.; Geyer, H. The use of dietary supplements by athletes. The Journal of Sports Sciences. 2007.

-Mills, J.E.; Clay, J.M. The Truth-in-menu law and restaurant consumers. Foodserv Res Int. Vol. 13. p.69-82. 2001.

-Mullinix, M.C.; Jonnalagadda, S.J.; Rosenbloon, C.A.; Thompson, W.R.; Kicklighter, J.R. Dietary intake of female US soccer players. Nutr. Res. Vol. 23. Núm. 5. p.585-93. 2003.

-Mussoi, T.D. Avaliação do Estado Nutricional. In: Mussoi, T. D. Avaliação Nutricional na prática clínica: da gestação ao envelhecimento. Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. Vol. 1. 2014a. p. 2-4.

-Mello, E.D. O que significa a avaliação do estado nutricional. Jornal de Pediatria. Vol. 78. Num. 5. 2002. p. 357-358.

-Nield, K.; Kozak, M.; Legrys, G. The role of food service in tourist satisfaction. Hospit Manag. Vol. 19. Núm. 4. p. 375-84. 2000.

-Patrocinio, D.L.; Tavares, F.; Wasch, N.; Cristina, F.; Wassamansdorf, R.; Romanovitch, M. Uso referido de suplementos alimentares por corredores de montanha. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Núm. 68. p.1019-1027. 2017.

-Pereira, J.M.O.; Cabral, P. Avaliação dos conhecimentos básicos sobre nutrição de praticantes de musculação em uma academia da cidade de Recife. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 1. Num. 1. 2007. p. 40-47.

-Pessi, S.; Fayh, A.P.T. Avaliação do conhecimento nutricional de atletas profissionais de atletismo e triathlon. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 17. Num. 4. 2011. p.242-245.

-Rodrigues, L.O.C.; Magalhães, F.C. Automobilismo: no calor da competição. Revista Brasileira Medicina do Esporte. Vol.10. Num. 3. 2004. p.212-215.

-Rezende, M.G.; Tirapegui, J. Relação de alguns suplementos nutricionais e o desempenho físico. ALAN. Vol. 50. Num. 4. p.317-329. 2000.

-Scholderer, J.; Brunso, K.; Bredahl, L.; Grunert, K.G. Cross-cultural validity of the food-related lifestyles instrument (FRL) within Western Europe. Appetite. Vol. 42. Núm. 2. p.197-211. 2004.

-SBME. Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. Num. 3. 2009. p.4-5.

-Tomoyasu, N.J.; Toth, M.J.; Poehlman, E.T. Misreporting of total energy intake in older men and women. JAGS. Vol. 47. Núm. 6. p.710-5. 1999.

Publicado
2021-10-10
Como Citar
Pignata, B., da Silva Neto, L. V., de Azevedo Valim, M. L., & Andries Júnior, O. (2021). Comportamento alimentar de triatletas amadores de sprint triathlon. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, 14(93), 835-842. Recuperado de http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/2256
Seção
Artigos Científicos - Original